Tamanho do texto

Italiano heptacampeão de MotoGP lamentou o fato de ter que ficar fora do GP de San Marino, já que o tempo de recuperação será de 30 a 40 dias

Depois de sofrer um grave acidente durante um treino para o GP de San Marino de MotoGP , em Tavullia, sua terra-natal, o piloto italiano Valentino Rossi lamentou ter que ficar fora da corrida, já que foi submetido a uma cirurgia na semana passada, logo após o incidente, e precisará de um bom tempo para se recuperar.

Leia também: Hexacampeão da Moto GP, Valentino Rossi sofre acidente e põe temporada em risco

"É uma pena que eu não possa estar presente no GP da minha casa. Eu estava ansioso para poder competir na frente dos meus fãs, porque Misano tem sempre uma atmosfera especial", revelou Valentino Rossi , piloto da Yamaha, em uma entrevista nesta quarta-feira.

Valentino Rossi iniciou o processo de recuperação após passar por cirurgia
Ansa
Valentino Rossi iniciou o processo de recuperação após passar por cirurgia

Rossi ainda afirmou o desejo de voltar rapidamente a competir, mesmo que o tempo de recuperação seja longo. "O tempo de recuperação não é curto, mas farei todo o possível para retornar o mais rápido possível. A minha equipe está me apoiando na reabilitação e já vamos começar um pouco da fisioterapia", disse.

Leia também: Valentino Rossi passa por cirurgia após fraturar a perna em grave acidente

Valentino Rossi sofreu uma fratura na tíbia e na fíbula da perna direita durante um treinamento em sua terra-natal, Tavullia. O tempo de recuperação do piloto italiano será de 30 a 40 dias. Rossi poderá perder até três Grandes Prêmios na temporada.

Silverstone circuit,Great Britain Saturday,official practice 📸 Fermino Fraternali

Uma publicação compartilhada por valeyellow46 (@valeyellow46) em

Carreira

Leia também: Remador olímpico choca ao mostrar mãos em expedição no Ártico; veja foto

Italiano de Urbino, em Marcas, Valentino Rossi começou a carreira em 1996 nas provas de 125 cilindradas. Passou para as de 250 cilindradas dois anos depois e para as 500 cilindradas em 2000. Em 2001, estreou na Moto GP e foi campeão já na primeira temporada, assim como em 2002, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.