'É uma vergonha permitir um jogo desses na Série A', detona Fernando Diniz, técnico do Fluminense
Mailson Santana/Fluminense
'É uma vergonha permitir um jogo desses na Série A', detona Fernando Diniz, técnico do Fluminense


O Fluminense sofreu a segunda derrota seguida no Brasileirão, porém o grande protagonista do revés para o Juventude foi o gramado encharcado do Alfredo Jaconi . Em coletiva, o técnico Fernando Diniz teceu duras críticas à realização da partida e revelou que o Tricolor tentou o adiamento.

"O Fluminense solicitou (adiamento). É uma vergonha permitir um jogo desses na Série A do Campeonato Brasileiro. Ainda mais que o Fluminense não está na Libertadores e nem na Sul-Americana. E o Juventude não está disputando nada internacional e nem a Copa do Brasil. Era facilmente adaptável para fazer um jogo de futebol em outra data. Não seria uma coisa difícil. E mesmo que fosse, não tinha condições de praticar futebol", disse o comandante.

"Cogitaram (adiar o jogo), porque estava impraticável. Hoje, a última coisa que teve foi futebol. O Juventude teve méritos, não quero tirar isso. Só que não houve condições mínimas de jogo. Era pegar a bola e chutar para frente. Foi um despropósito permitir um jogo desses. Quem permite isso? A vontade era não entrar em campo", revelou.

Em virtude das fortes chuvas na região, a drenagem do Alfredo Jaconi não deu conta da água e dificultou o jogo de ambas as equipes. O Fluminense, que procura ter a bola e trocar passes, não conseguiu fazer seu jogo fluir com as poças d'água. Com muita disputa e pouco futebol, o jogo tornou-se impraticável.

Por outro lado, o Juventude aproveitou uma das poucas chances que teve e marcou o gol da vitória, ainda no primeiro tempo. Em uma disputa intensa na área, Luccas Claro tentou afastar, mas colocou a bola contra o próprio patrimônio.

"Não tem como trabalhar um time durante a semana para fazer um jogo desses. E quem está acostumado a esse tipo de clima e de gramado. Chove muito nessa região, eles treinam nos campos daqui. Acabam tendo vantagem competitiva que não deveriam ter. Não havia condições de praticar futebol", frisou.

O próximo compromisso do Tricolor no Brasileirão será na quarta-feira, às 21h30, contra o Atlético-MG, no Maracanã. O jogo será válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários