Presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, Ana Paula postou vídeo em meio aos torcedores do São Paulo
Reprodução / Instagram
Presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, Ana Paula postou vídeo em meio aos torcedores do São Paulo


A Federação Paulista de Futebol divulgou nota informando que a entidade e sua presidente da Comissão de Arbitragem, a ex-assistente Ana Paula Oliveira, admitem que foi 'inapropriada' a postagem dela em meio à torcida do São Paulo na  vitória por 3 a 1 sobre o Palmeiras, na quarta-feira (30), no Morumbi, pela primeira partida da final do Campeonato Paulista.

Veja abaixo galeria de fotos do clássico:


Leia Também

Conforme o LANCE! revelou, dirigentes do Verdão não aceitaram bem as postagens feitas por Ana Paula durante e após a partida.

Apesar do clube não ter se posicionado oficialmente sobre o assunto, o L! apurou que a postura de Ana Paula foi recebida com estranheza e desconforto.

Ainda durante a partida, a ex-assistente postou três stories assistindo o jogo em meio a torcedores do São Paulo, em um dos camarotes do estádio tricolor.

Logo após o apito final, Ana Paula fez uma postagem junto de todo o trio de arbitragem com a legenda 'orgulho', apesar das queixas do Verdão contra o árbitro Douglas Marques das Flores.

Enquanto isso, tanto o vice-presidente do Verdão, Paulo Buosi, quanto o técnico Abel Ferreira usaram os microfones para se queixar publicamente de Flores. Dois lances desagradaram os palmeirenses. O primeiro foi o pênalti apontado pelo VAR no final do primeiro tempo por suposto toque de mão dentro da área de Marcos Rocha após cruzamento. A cobrança acabou convertida por Calleri, fazendo o São Paulo abrir o marcador. Depois, na etapa final, o Alviverde se queixa de pênalti não dado no zagueiro Gustavo Gómez.

- O Palmeiras hoje precisa se manifestar em relação ao que aconteceu aqui. Nos últimos anos disputamos mais de dez finais, ganhamos e perdemos, mas não aconteceu o que aconteceu aqui hoje. Tivemos uma interferência direta no resultado, tivemos um pênalti marcado totalmente fora da regra. O que aconteceu aqui hoje precisava de uma posição dura do Palmeiras, como nunca fizemos antes - disse Buosi.

Em nota, a FPF informou que alertou Ana Paula de que suas postagens foram inadequadas. 'A presidente da Comissão de Arbitragem reconhece que as postagens foram inapropriadas e que publicou com intuito de valorizar a final da competição', diz o texto.

Palmeirenses ligados à cúpula da gestão Leila Pereira relataram ao L! que Ana Paula não deveria ter visto o jogo junto de outros de torcedores rivais e a atitude coloca em dúvida sua imparcialidade.

- Há um espaço específico para representantes das federações no Morumbi, no Allianz Parque. Ela viu o jogo ali porque quis. Não há necessidade de fazer postagens sobre isso também, pois é um elemento neutro do espetáculo - disse uma das fontes.

Em seu texto, a FPF aponta que 'Ana Paula afirmou que os vídeos publicados em seu Instagram pessoal durante a cerimônia de abertura de São Paulo x Palmeiras foram gravados em um camarote destinado à FPF no estádio do Morumbi, espaço reservado a diretores, funcionários e convidados da entidade. No local, havia convidados torcedores do São Paulo, uma vez que o estádio contava com torcida única, por determinação dos órgãos de segurança.'

- A Comissão de Arbitragem argumenta que, por meio de sua presidente ou de membros do órgão, há um acompanhamento in loco de grande parte das partidas, sempre em posições similares à que ocorreu no Morumbi, em ambientes destinados à FPF - completa o texto emitido pela entidade.

Dentro do Palmeiras houve a taxação de que foi um 'deboche' o fato de Ana Paula fazer postagem elogiando o árbitro enquanto os palmeirenses desabavam contra Flores nos vestiários ao lado.

Dois ex-árbitros ouvidos pela reportagem e que não quiseram se identificar disseram que de fato 'não pega bem' Ana Paula fazer postagens exaltando qualquer torcida que fosse. Por meio de suas redes sociais, a ex-árbitra Renata Ruel, comentarista dos canais ESPN , considerou a atitude 'grave'.

O São Paulo encarou com ironia a postura palmeirense. Ao L! um diretor do clube ressaltou que o Tricolor não tem qualquer envolvimento com o ocorrido.

- Quem escolheu a arbitragem foi a FPF. E ela não estava no meio da torcida mandante, era torcida única. Como ela iria ver o jogo se não fosse em um camarote no Morumbi - disse o dirigente tricolor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários