São Paulo bate Palmeiras e abre vantagem na final do Paulistão
Foto: Cesar Greco / Palmeiras - 30.03.2022
São Paulo bate Palmeiras e abre vantagem na final do Paulistão

Em grande partida no Morumbi na noite desta quarta-feira (30), o São Paulo venceu o Palmeiras por 3 a 1 e abriu vantagem na final do Campeonato Paulista. O Tricolor chegou à vitória com dois gols de Calleri e um de Pablo. Raphael Veiga descontou para o Verdão. Agora, os times fazem o jogo de volta no domingo, às 16h, no Allianz Parque, para definir quem será o campeão do Paulistão desta temporada.

Veja abaixo galeria de fotos do jogo:


A decisão começou movimentada. Logo nos primeiros momentos, o São Paulo tentou impor uma pressão sobre o rival, adiantando seus jogadores para dificultar as ações do Palmeiras ainda no campo de defesa. O Verdão, por sua vez, não cedeu ao ímpeto do Tricolor e criou a primeira chance de perigo ainda antes dos 10 minutos. Após bela jogada de Piquerez pela esquerda, Raphael Veiga recebeu dentro da área e finalizou em chute que passou muito perto da trave direita do goleiro Jandrei.

Pouco depois, foi a vez do time de Rogério Ceni ameaçar a meta de Weverton. Após cruzamento rasteiro de Wellington, Alisson dominou e acertou um chute colocado que carimbou o travessão palmeirense.

Leia Também

A partir do meio da primeira etapa, o jogo teve uma queda de ritmo. O São Paulo tinha mais posse de bola, mas quando chegava ao ataque não encontrava espaços para furar o sistema defensivo bem armado pelo técnico Abel Ferreira.

Tentando fazer valer o mando de campo e o apoio da torcida, o time do Morumbi dominava as ações, mas não conseguia transformar o volume de jogo em chances reais de gol. Até que, nos acréscimos, isso mudou. Alisson, pela esquerda do ataque, tentou cruzar na área e a bola pegou na mão de Marcos Rocha. O VAR acionou o árbitro, que marcou pênalti para o Tricolor. Calleri foi para a cobrança, bateu no canto direito de Weverton e abriu o placar para a festa da torcida são-paulina.

No início do segundo tempo, a partida ficou mais amarrada. As disputas ficaram concentradas no meio-campo e as equipes abusavam das faltas. Mas, aos 18 minutos, o São Paulo decidiu mudar este panorama, com o garoto Pablo. O volante recebeu passe de Nestor e, de fora da área, arriscou o chute. A bola desviou na zaga palmeirense e morreu no fundo do gol: 2 a 0 para o Tricolor.

Mesmo com boa vantagem, o São Paulo não diminuiu o ritmo e chegou ao terceiro aos 35 minutos. Após cobrança de escanteio e desvio na primeira trave, Calleri ficou com o gol aberto e só teve o trabalho de finalizar e ampliar o placar para 3 a 0.

O terceiro gol são-paulino mexeu com o Palmeiras, que foi ao ataque e conseguiu diminuir o prejuízo. Aos 39, o Verdão teve falta perto da linha lateral da área, pelo lado direito. Raphael Veiga foi para a batida, cobrou com veneno, recolocou o Palestra na decisão e pôs números finais no primeiro capítulo da final do Paulistão.

** Cleber Mattos é repórter do iG Esporte e formado em jornalismo. Acompanha o mundo das competições nas mais diversas áreas, sobretudo quando o assunto é futebol.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários