Flamengo foi atrás de zagueiro de time francês
Divulgação
Flamengo foi atrás de zagueiro de time francês

"Quero ver oportunidades novas". No Nantes desde a temporada 2017/18, Andrei Girotto (veja fotos na galeria abaixo) revelou buscar novas horizontes num futuro próximo e que o Flamengo procurou o seu estafe, no início deste ano, para contratá-lo. E ele deu a sua versão a respeito das negociações e do pedido de Paulo Sousa, que o conhece de perto por ter treinado o Bordeaux, também da França.


- Acho que o Flamengo veio numa hora difícil porque no meio da temporada é difícil o clube liberar. Até pela campanha que vemos fazendo, estávamos em uma semifinal de Copa da França, vamos jogar a final e estamos indo bem para o campeonato. Isso peso também para não ter dado certo - disse o zagueiro de 30 anos, em entrevista ao site "ESPN", emendando sobre a hipotética concorrência no Fla:

- Eu sei que a concorrência é grande e o Flamengo é um clube gigante, não sei se dará tempo porque as coisas são muito rápidas. Eles queriam agora, mas não sabemos no futuro. Mas procuro manter meu trabalho aqui e fazer um grande campeonato.

Sobre Paulo Sousa, Andrei Girotto falou brevemente acerca do português, antes de dar mais detalhes sobre a negativa ao Fla.

- Ele (Paulo Sousa) trabalhou no Bordeaux e pudemos nos enfrentar e fizemos uma boa partida contra eles. Eu falei com o Flamengo e pude bater um papo, explicando o momento que eu estava vivendo aqui e dizendo que seria difícil a liberação e eles entenderam porque está no meio da temporada.

- O futuro eu não posso falar o que vai conhecer. Eu tenho contrato até 2024, mas acabando essa temporada quero sentar com meu empresário e ver as oportunidades que podem surgir, pois são cinco anos no Nantes, gosto muito da cidade e do clube, mas quero ver oportunidades novas - finalizou o defensor ex-Palmeiras, América-MG e Chapecoense.

O Flamengo viu nós se desatarem após a Justiça reconsiderar decisão em ação do Banco Central e, consequentemente, o presidente Rodolfo Landim dar o seu aval financeiro para que dirigentes retomem a busca por reforços.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários