Lance

undefined
Gabriel Santos
Com gol de Willian no fim, Palmeiras vence o Ceará no Allianz Parque


O Palmeiras venceu o Ceará por 2 a 1, no Allianz Parque, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro . Os gols do Verdão foram marcados por Raphael Veiga e Willian, enquanto Eduardo Brock marcou para o Vozão.



O primeiro tempo começou com o Palmeiras em cima, abrindo o placar logo no começo do jogo. Logo depois, em cobrança de escanteio, o Vozão empatou em um jogo bastante equilibrado, que poderia ter terminado com vitória para ambos os lados na primeira etapa.

Na segunda etapa pouca coisa mudou. O jogo continuou movimentado e Fernando Prass foi o grande destaque da equipe cearense. Weverton também foi importante no Palmeiras, evitando a virada do Vozão. Porém, após tanto pressionar, Willian marcou o gol da vitória alviverde em casa.

O próximo compromisso do Palmeiras será diante do Botafogo, no Engenhão, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília). A equipe é a terceira colocada com 22 pontos conquistados.

Já o Ceará enfrenta o Athletico Paranaense, na quinta-feira, em casa, às 19h. O time é o 12º colocado, com catorze pontos conquistados.

TABELA
> Confira como está a classificação do Brasileirão

Palmeiras começa pressionando e abre o placar cedo
O jogo começou com o Palmeiras em cima do Ceará, que esperava no seu campo de defesa para iniciar um contra-ataque. Explorando as costas dos laterais do Vozão, a equipe alviverde apostava nas jogadas pelo lado, com Wesley na esquerda e Rony, empolgado com o gol feito na última partida, pelo setor direito.

E foi justamente pelo lado que saiu o gol do Palmeiras. Aos nove minutos, Wesley recebeu lançamento na esquerda, invadiu a área e chutou de perna esquerda. Fernando Prass espalmou, a bola bateu na trave e sobrou para Raphael Veiga, que completou para o gol aberto, abrindo o placar para o Alviverde no Allianz Parque.

Verdão relaxa e Ceará aproveita
Após estar com vantagem no placar, o Palmeiras relaxou no jogo. Com erros de passes bobos e falta de ofensividade, a equipe permitiu que o Ceará gostasse mais da partida e fosse ao ataque. Aos doze minutos, Felipe Baixola cruzou e Weverton saiu bem antes do atacante Cléber.

Porém, os vacilos continuaram e o Palmeiras pagou caro por isso. Aos 16 minutos, Patrick de Paula bobeou na saída de bola. Charles roubou, tocou para Cléber, que estava impedido, mas Weverton salvou. Na cobrança de escanteio, o zagueiro Eduardo Brock subiu sozinho na área e cabeceou para o gol, empatando a partida.

'Chuta-chuta' Patrick de Paula leva perigo
Com o gol sofrido, o Palmeiras voltou a procurar mais o ataque. E muito por conta do volante Patrick de Paula. Aos 23 minutos, ele bateu forte de fora da área, assustando o goleiro Fernando Prass. O Ceará ainda teve um contra-ataque aos 26, mas Gustavo Gómez travou o chute de Cléber.

Aos 36 minutos, o camisa cinco palmeirense voltou a assustar o Vozão. Em cobrança de falta, Prass encaixou o chute. Patrick ainda tentou pela última vez aos 45, mas Fernando Prass se esticou todo e fez uma bela defesa, assegurando a igualdade no intervalo.

Segundo tempo começa movimentado
Logo aos dois minutos da etapa final, Bruno Henrique roubou a bola na saída do Ceará, ficou livre na entrada da área para finalizar, mas o chute foi para fora, levando muito perigo ao gol de Fernando Prass. Aos cinco minutos, Rony bateu e o goleiro do Vozão fez defesa tranquila.

Aos 14 minutos, Raphael Veiga chutou e a bola desviou em Eduardo Brock. Os jogadores do Palmeiras pediram pênalti, mas o VAR revisou o lance e mandou o jogo seguir.

Fernando Prass e Weverton salvam
Ex-Palmeiras, Fernando Prass estava inspirado. Aos 16 minutos, Wesley recebeu na esquerda, cortou para o meio e soltou a bomba. O goleiro do Vozão fez ótima defesa e salvou o Alvinegro do Nordeste. E não parou por aí. Aos 23, o goleiro espalmou o chute de fora da área de Scarpa. Logo na sequência, em cobrança de escanteio, Ramires cabeceou e Prass fez mais uma bela defesa.

Logo depois, foi a vez de Weverton aparecer. Após bobeira de Gustavo Gómez na saída de bola, Felipe Baixola deixou Rafael Sóbis na cara do gol. Weverton saiu, fechou o ângulo e fez ótima defesa, salvando o Palmeiras de levar a virada.

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura
Após essa chance do Vozão, o Palmeiras voltou a ter o controle do jogo. Porém, esbarrava nas defesas de Fernando Prass. Até que aos 36 minutos, não teve jeito. Após cruzamento de Viña, a zaga cortou, Gustavo Scarpa chutou de fora da área e a bola sobrou para Willian, que completou para o fundo do gol.

Aos 38 minutos, Willian teve a chance de matar o jogo, mas Prass novamente fez a defesa. No final, o Ceará tentou uma pressão, mas nada que assustasse a defesa palmeirense.

FICHA TÉCNICA
Palmeiras 2 x 1 Ceará
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Dia/Horário: Três de outubro de 2020, às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)
Assistentes: Michael Correa e Luiz Claudio Regazone (ambos do RJ)
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Alyson, Charles, Victor Jacaré e Fernando Prass (Ceará), Danilo (Palmeiras)
Gols: Raphael Veiga (09’ 1ºT), Eduardo Brock (16’ 1ºT), Willian (36'2ºT)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Matías Viña; Bruno Henrique (Ramires, aos 22’ do 2ºT), Patrick de Paula (Danilo, aos 22’ do 2ºT) e Raphael Veiga; Rony (Gustavo Scarpa, aos 22’ do 2ºT); Wesley e Willian (Gabriel Silva, aos 47'2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CEARÁ: Fernando Prass; Eduardo, Thiago, Eduardo Brock e Alyson (Kelvyn, aos 27' do 2ºT; Fabinho, Charles, Wescley (Lima, aos 20’ do 2ºT e Felipe Baixola (Ricardinho, aos 35' do 2ºT); Leandro Carvalho (Victor Jacaré, Intervalo) e Cléber (Rafael Sóbis, aos 20’ do 2ºT). Técnico: Guto Ferreira

    Veja Também

      Mostrar mais