Lance

undefined
Lance!
Xuxa conta intimidades com Ayrton Senna em livro: 'Um Ano-Novo durou dois dias, sem sairmos do quarto'

Xuxa Meneghel lança seu novo livro 'Memórias', na próxima segunda-feira. A apresentadora da 'RecordTV' dedicou um capítulo da obra ao relacionamento que teve com o tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, que morreu de forma trágica no GP de Ímola, em 1994.

A apresentadora contou na obra que tinha uma ligação 'espiritual' com Beco, apelido pelo qual Xuxa chamava o namorado.

- Se eu pensava muito nele, por exemplo, ele sentia e me procurava. Uma vez, apostei com uma figurinista que se eu pensasse nele, ele ligaria. 'Ah, duvido! Então faz isso. E já atende o telefone falando o nome dele, se tocar'. O telefone tocou. E eu: Beco!". "Havia o fato de que eu tinha algumas premonições em relação a ele. Eu cheguei a acertar quando ele venceria corridas, quando iria ter problemas. Ele sempre me ligava para saber qual era a minha sensação - diz ela em trecho divulgado pelo 'Extra'.

Xuxa ainda fala da intimidade entre os dois em alguns encontros e relembra um Ano-Novo que marcou a vida do casal.

- No primeiro dia do ano de 1989. Um Ano-Novo que durou dois dias, sem sairmos do quarto. A Maria, que trabalha comigo há anos, só abria uma fresta da porta, botava umas frutas lá no chão, e fechava de novo - revelou.

Em outro trecho, Xuxa cita que veria o piloto após a corrida e que teve uma premonição no dia anterior. A apresentadora relembra ainda de ter 'visto' Senna após o acidente e que ali ela sentiu que ele tinha morrido.

- Chegando ao sítio dela (a diretora Marlene Mattos), tinha uma fogueira. Me sentei em frente e fiquei olhando para o fogo, sentindo uma angústia, algo estranho. (...) (na manhã seguinte) cheguei à sala, todos os amigos mudos, olhando para a TV. Cheguei e tive a nítida sensação de tê-lo visto na porta. E falei: 'ele já foi embora' - contou.

    Veja Também

      Mostrar mais