Lance

Luan em campo
Florida Cup/Divulgação
Luan, atacante do Corinthians


Contratado no começo desta temporada, o atacante Luan chegou ao Corinthians com grande expectativa de repetir o desempenho de 2017, quando foi campeão da Libertadores pelo Grêmio e ainda eleito o Rei da América. Porém, nesses quase quatro meses de clube, o jogador ainda não engrenou com a camisa corintiana.

Leia também: Drone, polêmica com o Barça e volta ao Corinthians: Malcom fala na quarentena

Desde seu primeiro jogo no time, o camisa 7 disputou 12 partidas oficiais pelo e marcou três gols. Uma das principais reclamações da torcida é a sua 'passividade' em campo, não demostrando a raça caracterizada do Alvinegro. Para o presidente Andrés Sanchez , porém, é preciso ter paciência com o jogador.

"Nós perdemos grandes jogadores porque não esperamos. Marquinhos, Éverton Ribeiro, Weverton, que saíram do Corinthians praticamente enxotados, porque nem a imprensa e nem a torcida deu esse tempo que o jogador precisa", afirmou em entrevista à Fox Sports.

Leia também: Diretor do Corinthians é internado e exame descarta Covid-19

O mandatário ainda relembrou mais jogadores que não começaram bem, mas deram a volta por cima e se tornaram grandes jogadores da história do Timão.

"Luan vai ser esse jogador pensante, que vai ajudar a fazer esse time jogar. É que ele está há 30 dias no Corinthians , tem um timing. O Danilo, quando chegou no Corinthians, demorou quase um ano para se firmar. O Paulinho chegou no Corinthians e demorou seis meses para se firmar. O Felipe, que hoje é um dos maiores do mundo, ficou praticamente dois anos sem treinar no Corinthians e virou o que virou. O Corinthians é diferente de tudo", concluiu.

Seja jogando de armador ou de ponta, Luan tem tudo para dar a volta por cima quando o futebol voltar e ser um grande jogador do Corinthians , clube da sua infância.

    Veja Também

      Mostrar mais