Lance

Lance

EUA venceram Copa do Mundo feminina na França
Reprodução
EUA venceram Copa do Mundo feminina na França

A Copa do Mundo Feminina terá mudanças para os próximos anos. O conselho da Fifa aprovou, de forma unânime, o aumento de 24 para 32 seleções já na próxima Copa do Mundo feminina em 2023, em sede ainda a ser eleita. Serão oito grupos de quatro. Para aprimorar e moldar, a próxima reunião da entidade está prevista somente nos dias 23 e 24 de outubro em Xangai.

A mudança na quantidade de seleções da Copa do Mundo feminina faz parte de uma das cinco propostas para a modalidade apresentadas por Infantino durante a disputa da última edição do torneio, no início de julho, na França.

Leia mais: Fifa define medidas para futebol o feminino e quer 32 times na Copa

- O surpreendente sucesso da Copa do Mundo Feminina da FIFA deste ano na França deixou claro que é hora de manter o ritmo do futebol feminino . Fico feliz em ver essa proposta - a primeira de várias - se tornando uma realidade - disse o presidente da FIFA, Gianni Infantino. 

Como o processo de escolha da sede ainda está em andamento, há nove concorrentes iniciais que têm de apresentar suas candidaturas no início de outubro. A decisão do conselho foi tomada remotamente. 

Posteriormente, o prazo para a confirmação das candidaturas e apresentação dos projetos é dezembro deste ano. A entidade que rege o futebol mundial espera anunciar a escolha do país-sede da Copa do Mundo feminina em maio de 2020.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários