Lance

Lance


Ricardo Oliveira com a mão para cima
Reprodução
Ricardo Oliveira, atacante do Atlético-MG

Sonho de consumo do técnico Jorge Sampaoli, o Santos insistiu na contratação de Ricardo Oliveira para disponibilizar um centroavante de origem ao treinador argentino. Porém, a negociação se tornou difícil e a chance de um possível acordo esfriou.

Leia também: Grêmio e Fluminense registraram o 10º placar de 5 a 4 na história do Brasileirão

Depois do pedido do comandante santista, o presidente José Carlos Peres buscou formas de contratar Ricardo Oliveira , mas esbarrou no veto do Atlético-MG , que inclusive afirmou à reportagem que o Peixe sequer enviou uma proposta oficial.

"Não há nenhuma situação. Ele é nosso jogador e queremos ele aqui. Não recebemos proposta do Santos", resumiu Rui Costa, executivo de futebol do Galo.

Para amaciar a situação, Jorge Sampaoli ligou diretamente para Ricardo Oliveira elogiando seu futebol e pedindo seu retorno à Baixada Santista. O camisa 9 se sentiu honrado com o contato e deu aval para um acordo, porém, seu contrato com o Galo vai até dezembro de 2020 e a multa rescisória é de R$ 200 milhões.

Leia também: Santos empata com CSA em Alagoas; Cruzeiro e Botafogo vencem com dificuldades

A situação esfriou ainda mais após o sorteio de times para as oitavas de final da Copa do Brasil, já que o Santos enfrentará o Atlético-MG pela competição. Além disso, o Galo tropeçou recentemente na Copa Libertadores e acabou eliminado.

Para dar uma última cartada, o presidente José Carlos Peres viajou na última terça-feira para o Rio de Janeiro com a intenção de encontrar Sette Câmara, com quem já se reuniu algumas vezes, em um evento da CBF.

Porém, o dirigente do Galo, cansado da situação envolvendo Ricardo Oliveira , evitou o santista e enviou outro profissional à cerimônia.

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários