Tamanho do texto

Equipe brasileira de tênis de mesa vence rivais argentinos e conquista o bi no Pan

Hugo Hoyama quer vender caro o título de rei do Pan para Thiago Pereira. Nesta segunda, o mesatenista conquistou o seu décimo ouro em Pan-Americanos ao vencer junto com a equipe brasileira a seleção argentina por 3 jogos a 1.

Veja mais: Assim como no Rio, Hoyama conquista ouro com a cueca do Palmeiras

Além de ganhar sua décima quinta medalha na história da competição, Hugo Hoyama e a dupla Gustavo Tsuboi e Thiago Monteiro garantiram o bicampeonato do Pan .

Leia também: Thiago Pereira vence seu 3º ouro e chega a nove

Hugo Hoyama comemora sua décima medalha de ouro em Pan-Americanos
Vipcomm
Hugo Hoyama comemora sua décima medalha de ouro em Pan-Americanos

A campanha brasileira em Guadalajara foi se complicando à medida em que avançava  na competição. A equipe não teve dificuldades para vencer Equador e México e terminar o Grupo A na liderança. Nas quartas de final, o Brasil derrotou os EUA por 3 jogos a 0.

A seleção teve uma semifinal acirrada contra Cuba. Após ficar em desvantagem por 2 a 1 no placar, o Brasil virou com Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi e assegurou a vaga para a grande final contra os rivais argentinos.

Tsuboi teve a árdua missão de abrir a disputa para o Brasil. O melhor brasileiro no ranking mundial enfrentou o chinês naturalizado argentino, Liu Song, e venceu por 3 a 0. Thiago Monteiro ampliou o placar ao derrotar o argentino Pablo Tabachnik por 3 a 1.

Nas duplas, ao lado de Thiago Monteiro, Hoyama teve a sua primeira chance de fechar o confronto para o Brasil, porém eles foram derrotados por Gaston Alto e Liu Song por 3 a 1.

Em sua segunda tentativa de decidir o duelo, o veterano de 42 anos não decepcionou. O atleta chegou a estar atrás no terceiro set por 10 a 5 para Pablo Tabachnik, mas virou o jogo e ganhou a parcial em 12 a 10. No fim, Hoyama venceu o argentino por 3 a 1, com 15 a 13 no derradeiro set e fechou o placar para o país, bicampeão Pan-Americano por equipes.

Dominicanas levam a melhor no feminino

Na disputa feminina, a seleção da República Dominicana venceu o time da Venezuela por 3 jogos a 2 e ficou com a medalha de ouro. O bronze ficou com os EUA e Colômbia.

A equipe brasileira, formada pela experiente Lígia Silva e pelas novatas Jéssica Yamada e Caroline Kumahara foi eliminada nas quartas de final pelas colombianas por 3 jogos a 1 e não conseguiram repetir o bronze conquistado no Rio-07.

Todos os atletas da delegação de tênis de mesa retornam ao Complexo CODE Alcaide nesta terça-feira para o início das competições individuais do tênis de mesa em  Guadalajara.