Remédio para insônia causou doping por maconha, afirma Julio César Chávez Jr

Boxeador mexicano foi pego no exame antidoping após derrota para o argentino Sergio Martinez

Gazeta |

Getty Images
Julio César Chávez Jr. (à esq.) foi pego no doping por uso de maconha

O boxeador mexicano Julio César Chávez Jr, que foi pego no exame antidoping na última semana, em teste realizado após o embate contra o argentino Sergio Martínez, creditou a um remédio para a insônia a culpa pelo resultado positivo para o uso de maconha.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Se o antidoping deu positivo é porque durante muitos anos eu tenho problemas de insônia, então, o médico que me atendia receitou algumas gotas de um remédio que têm canábis", declarou o boxeador, em entrevista à ESPN .

Leia mais:  Julio César Chávez Jr. cai no antidoping por consumo de maconha

Além de perder o título dos pesos médios para o argentino, Chávez também teve que arcar com uma multa de US$ 20 mil aplicada pelo CMB (Conselho Mundial de Boxe). Ele ainda aguarda a decisão definitiva da Comissão de Nevada sobre o assunto.

"Pensei que não fosse dar positivo, mas como também estava submetido a uma dieta rigorosa, nessas condições apareceu canábis no antidoping. Isso é para viciados em drogas, o que eu não sou. Espero que me escutem, nunca agi de má fé, espero um castigo não tão grande", concluiu.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: Julio César Chávez Jrinsôniadopingmaconha

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG