Clube espanhol aparece na ponta pelo sétimo ano. Corinthians e São Paulo são citados no texto da consultoria Deloitte

EFE
Real Madrid no Bernabéu: pela sétima vez, o time que mais gera receita no futebol mundial
Em um ano marcado pela forte crise econômica na Europa, os clubes de futebol mais poderosos do continente continuam atraindo receitas milionárias. É o que mostra tradicional ranking da consultoria Deloitte. O levantamento elenca os clubes que mais geram receitas e traz o Real Madrid novamente na liderança. O Brasil é citado através de Corinthians e São Paulo , citados entre os 50 mais ricos do mundo.

Com o nome de "Football Money League" (Liga do Dinheiro no Futebol, em tradução livre), o ranking da Deloitte tem, em sua edição da temporada 2010/11, o Real na frente pela sétima vez consecutiva. De acordo com o levantamento da consultoria, o clube de Madri gerou R$ 1,09 bilhão (479,5 milhões de euros) em receitas na última temporada.

Leia mais: Final Barça x Athletic Bilbao já teve batalha campal com Maradona

A segunda colocação do ranking pertence ao Barcelona, que gerou R$ 1,02 bilhão (450,7 milhões de euros). A terceira colocação é do Manchester United , com ganhos de R$ 837 milhões. O poderoso clube inglês liderou tal lista por oito anos consecutivos, antes de perder a ponta para o Real.

Veja também: Marca de preservativos vai patrocinar o Corinthians contra o Sâo Paulo

As principais fontes de receita destes clubes é a venda dos direitos de transmissão de seus jogos, tanto para o mercado nacional quanto internacional. Esta modalidade de negócio garantiu 38% da receita do Real Madrid, contra 36% gerados pelas ações de marketing. Os outros 26% entraram nas contas do clube por meio de jogos e eventos realizados no estádio Santiago Bernabéu.

Força do futebol
Somadas, as receitas dos 20 clubes que dominam o raking obtiveram um crescimento de 3% em relação à temporada 2009/10. Trata-se do dobro do desempenho mostrado pela economia dos países destes mesmos clubes, que cresceram em média 1,7% em 2010 e 1,3% em 2011.

Leia ainda: São Paulo vence na Justiça e recupera os direitos sobre Oscar

"O crescimento contínuo dos clubes top 20 deixa claro a força do futebol para a economia, em especial nestes tempos difíceis para a Europa", diz ao site "Goal.com" Dan Jones, sócio da área esportiva da Deloitte. "A grande e fiel massa de torcedores desses clubes, a habilidade de gerar uma sólida audiência de televisão e a capacidade de atrair parceiros tornou os clubes relativamente imunes à crise."


E mais: Insatisfeito, Berbatov indica que vai deixar o Manchester United

A receita somada dos 20 clubes que lideram o ranking foi de R$ 10 bilhões, ou 4,4 bilhões de euros. Apenas cinco países têm times na lista: Espanha (3 times), Inglaterra (6), Itália (5), Alemanha (4) e França (2).

Os brasileiros mais ricos
Embora o relatório aponte apenas os 20 primeiros colocados, os clubes brasileiros foram citados. De acordo com a consultoria, Corinthians e São Paulo estão entre os mais ricos do mundo, com receitas entre 70 milhões e 80 milhões de euros (entre R$ 160 milhões e R$ 185 milhões).

"A força comercial dos maiores clubes brasileiros e de suas principais estrelas significa que eles conseguem gerar até 20 milhões de euros (R$ 45 milhões) em patrocínio e publicidade, uma quantia que causaria inveja na maioria dos clubes das cinco maiores ligas do mundo", afirma o texto a Deloitte.


A lista dos 20 clubes que mais geraram receitas na temporada 2010/11
CLUBE / PAÍS Receita gerada (em R$)
1 - Real Madrid-ESP 1,09 bilhão
2 - Barcelona-ESP 1,02 bilhão
3 - Manchester United-ING 837 milhões
 4 - Bayern de Munique-ALE 733,5 milhões
 5 - Arsenal-ING 573 milhões
 6 - Chelsea-ING 570 milhões
 7 - Milan-ITA 536,5 milhões
8 - Internazionale-ITA 482,4 milhões
 9 - Liverpool-ING 463,9 milhões
 10 - Schalke 04-ALE 462 milhões
 11 - Tottenham-ING 413 milhões
 12 - Manchester City-ING 387 milhões
 13 - Juventus-ITA 351,2 milhões
 14 - Olympique de Marselha-FRA 343,2 milhões
 15 -  Roma-ITA 327,5 milhões
 16 - Borussia Dortmund-ALE 316 milhões
 17 - Lyon-FRA 303 milhões
 18 - Hamburgo-ALE 294 milhões
 19 - Valencia-ESP 266,5 milhões
 20 - Napoli-ITA 262,2 milhões
Deloitte

Paul Scholes no Manchester United. Ingleses têm mais clubes na lista, mas estão atrás da dupla espanhola
AP
Paul Scholes no Manchester United. Ingleses têm mais clubes na lista, mas estão atrás da dupla espanhola

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.