Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Antes de duelo com o Boca, Abel elogia Bombonera: "É quase único"

Treinador também pediu que o Fluminense encare a partida com seriedade e 'chegue forte nas jogadas'

iG Rio de Janeiro |

Photocamera
Abel comparou pressão na Bombonera a do estádio do Olympique de Marseille
Enquanto o Fluminense entra em campo com públicos pequenos em partidas da Taça Rio, na Copa Libertadores, a expectativa para a partida desta quarta-feira, às 22h, contra o Boca Juniors, é de 45 mil pagantes. E o clima da Bombonera, estádio do time argentino, encanta o técnico do time carioca, que vê a partida como uma experiência única.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Isso é fantástico seria se todas as equipes jogassem em casa neste ambiente. É quase único. Parecido com isso, só vi no Olympique de Marseille, quando jogam no Vélodrome. É uma experiência que fica marcada para os jogadores, muito positiva. É uma coisa fantástica, diferente da que a gente está acostumado a ver", declarou o treinador do Fluminense.

Leia mais: Revelado pelo Flu, Wellington Silva manda boa sorte contra o Boca

Porém, Abel Braga faz questão de lembrar que apesar dos elogios ao apoio da torcida 'xeneize' nos jogos do Boca Juniors, o Fluminense não irá temer o caldeirão argentino e entrará em campo chegando 'forte nas jogadas.

Veja mais: Na Bombonera, Flu tenta encerrar invencibilidade do Boca Juniors

"Nosso time não pode se intimidar, teremos um futebol agressivo. O que não pode é os jogadores chegarem aqui e acharem que estarão indo para a esquina tomar um sorvete de doce de goiaba, de doce de leite (risos). Temos de chegar e encarar com seriedade, chegar forte nas jogadas", completou Abel Braga.

Ajude o time do Fluminense a subir no ranking da Torcida Virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG