Tamanho do texto

Com a vitória por 3 sets a 0 sobre o Quênia, a seleção feminina do Brasil está classificada para a segunda fase do Campeonato Mundial realizado no Japão.

Natália fez bom jogo contra o Quênia e ajudou a seleção feminina de vôlei a se classificar para segunda fase
DIVULGAÇÃO/ FIVB
Natália fez bom jogo contra o Quênia e ajudou a seleção feminina de vôlei a se classificar para segunda fase

A seleção feminina de vôlei está classificada para a segunda fase do Campeonato Mundial . Nesta quarta-feira (03.10), o Brasil venceu a seleção do Quênia por 3 sets a 0 (25/13, 25/10 e 25/16), na Hamamatsu Arena, no Japão. Foi o terceiro resultado positivo das brasileiras na competição.

Leia também:  Santos arrecada R$ 38 mil com bilheteria e doa para projetos na África

O resultado manteve o time verde e amarelo em segundo lugar no grupo D, com nove pontos (três vitórias e uma derrota). A Sérvia lidera, com 12 pontos (quatro vitórias). A República Dominicana está em terceiro, com seis pontos (duas vitórias e duas derrotas). E, por garantir o segundo lugar, a seleção feminina de vôlei avança de fase.

A partida desta quarta-feira foi especial para a ponteira Natália. Depois de quase oito meses, ela participou de dois sets inteiros como titular e terminou o confronto como a maior pontuadora, com 12 acertos (seis de ataque, quatro de saque e dois de bloqueio).

A jogadora falou sobre o momento especial e a vitória do Brasil. “Essa partida foi um jogo bom para recuperarmos a nossa confiança. Melhoramos alguns pontos entre o bloqueio e a defesa, além do saque e a nossa agressividade. Estou feliz de estar de volta também. Foi meu primeiro jogo quase inteiro depois de oito meses sem jogar e espero que possa ajudar mais o time na segunda fase”, disse Natália.

Leia também:  Brasileiro Cairo Santos assina com o Los Angeles Rams e está de volta à NFL 

O treinador José Roberto Guimarães também comentou sobre a atuação da ponteira e capitã, Natália.“Foi muito bom ver a forma que a Natália se comportou. Sabemos que ela está voltando, mas o ritmo que ela tem demostrado nos treinos e a forma que ela tem encarado esse desafio tem sido muito positivo. Ver a Natália de volta, atacando, bloqueando e defendendo é um motivo de muita felicidade para todos nós”, garantiu.

A levantadora Roberta ressaltou a importância do elenco brasileiro ao longo de todo o Mundial. “Acho que temos esse ponto positivo de sermos realmente um time. Todo mundo está pronto para entrar e o Zé tem feito o time todo manter um bom ritmo. Esse é um campeonato cansativo, longo e desgastante. Temos que estar prontas e fico feliz que a inversão está dando certo”, disse a jogadora.

Leia também:  Torcedora atingida no rosto por bola de golfe fica cega: "Meu olho explodiu"

A seleção feminina de vôlei do Brasil voltará à quadra às 7h20 desta quinta-feira (04) contra o Cazaquistão para encerrar a participação na primeira fase do Mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.