Aline Franzoi
Reprodução/Instagram
Aline Franzoi

A brasileira Aline Franzoi, ex-ring girl do UFC , usou seu Instagram nesta terça-feira, para fazer um desabafo. A moça revelou que teve um relacionamento abusivo e publicou algumas fotos dela com hematomas pelo corpo, sofridos em 2018, após ser agredida pelo então namorado.

"Fiquei por um ano com essa pessoa e descobri que ela tinha uma família. Durante um ano essa pessoa tinha um outro celular, um outro endereço e uma vida dupla. Ele tinha uma equipe contratada para mentir pra mim, seguranças na porta da minha casa para me acompanhar diariamente. Descobri que era uma amante. Como não era isso que idealizava pra minha vida, segui e acabei conhecer um ser de luz que namorei imediatamente, porém ainda me sentia presa a um sentimento por uma pessoa que tinha uma mulher", iniciou Aline.

Na publicação, Aline Franzoi segue falando sobre seu ex-namorado e que ele já chegou agredi-la na frente de seus amigos.

"O momento mais traumático foi ser espancada na frente dos meus amigos dentro de um navio e ser largada em uma ilha, sem RG, sem nada. Os traumas foram tão grandes que desenvolvi uma síndrome do pânico e tomo remédio controlado até hoje."

Confira a postagem:

Ver essa foto no Instagram

No ano de 2018 iniciei um namoro com uma pessoa que me apaixonei pelo que havia inventado dela perante as coisas que ela inventava sobre ela mesma. Fiquei por 1 ano com essa pessoa e descobri que ela tinha uma família, sim.. Durante um ano essa pessoa tinha um outro celular, um outro endereço e uma vida dupla.Ele tinha uma equipe contratada para mentir pra mim, seguranças na porta da minha casa para me acompanhar diariamente Descobri que era uma amante.. Como não era isso que idealizava pra minha vida.. segui a minha vida e acabei conhecer um ser de luz que namorei imediatamente, porém ainda me sentia presa a um sentimento por uma pessoa que tinha uma mulher. Essa pessoa infernizou meu relacionamento.. e acabei terminando e passei a me relacionar com ela sabendo o que eu era.. UMA AMANTE. Sim.. só quem esteve ao meu lado na época consegue mensurar a vida destrutiva que tinha. Ele me fez acreditar que eu pertencia a ele.. Era como um vício.. sabia que aquilo era Ruim pra mim, mas necessitava daquele sentimento horroroso que me consumia. Ele era muito agressivo, me batia, xingava minha família.. O momento mais traumático foi ser espancada na frente dos meus amigos dentro de um navio e ser largada em uma ilha, sem rg, sem nada. Os traumas foram tão grandes que desenvolvi uma síndrome do pânico e tomo remédio controlado até hoje! Pq esse post? Porque passei por tudo isso? Pq não!! PARA QUE!? Para salvar as mulheres que passam por isso. Eu passei e vendo essas fotos consigo sentir vergonha de aceitar tudo que me vivi. Eu confio na justiça de Deus, ela nunca falha. O preço do pecado, é a morte. Por mais que aceitei viver uma história de horror como essa.. presenciei a morte de perto. Passei o ano de 2019 em uma cama pedindo iFood, eu queria morrer.. Precisava mostrar para o mundo que estava bem, mas dentro do meu quarto era apenas uma pessoa querendo desistir da vida. eu não tinha sentido pra vida, pois acreditava que estava fazendo a coisa errada. E através de uma pessoa que me enfatizava que ele era propósito de Deus na minha vida e que as coisas iriam se transformar um dia. Ainda insistia nesse sentimento obscuro. Eu decidi pelo meu livre arbítrio. Sim, Deu

Uma publicação compartilhada por ̲A̲L̲I̲N̲E̲ ̲F̲R̲A̲N̲Z̲O̲I (@alinefranzoi) em


    Veja Também

      Mostrar mais