Tamanho do texto

Número 1 do mundo, romena de 26 anos quebrou tabu após três vices e agora está na lista de campeãs de um dos quatro grandes torneios de tênis

A romena Simona Halep, número 1 do mundo no ranking da WTA, derrotou, de virada, neste sábado, a norte-americana Sloane Stephens , na decisão de Roland Garros , por 2 sets a 1, com parciais 3/6, 6/4 e 6/1, e sagrou-se campeã do torneio francês, quebrando um tabu de nunca ter conquistado um título de Grand Slam - foram três vices.

Leia também: Tricampeão de Roland Garros, Guga é nomeado embaixador mundial do torneio

Simona Halep beija o troféu de campeã de Roland Garros
Reprodução/Twitter/WTA
Simona Halep beija o troféu de campeã de Roland Garros

Anteriormente, Halep , que tem 26 anos, perdeu o próprio Roland Garros em 2014 para Maria Sharapova e em 2017 para Jelena Ostapenko, além do Aberto da Austrália deste ano para Caroline Wozniacki. Com 25 anos, Stephens, por outro lado, fez sua segunda decisão de Major - ela foi campeã do Aberto dos Estados Unidos no ano passado.

"Foi incrível sentir o apoio de vocês", falou Halep logo após o fim do confronto aos torcedores presentes na quadra central em Paris. "No último jogo eu senti que não podia mais respirar. Então eu tentei não repetir o resultado do ano passado. Eu fiz tudo que podia, é incrível o que está acontecendo agora. Honestamente, eu não posso acreditar. Eu estava sonhando com esse momento desde que comecei a jogar tênis. Estou muito feliz por ter acontecido em Roland Garros, em Paris".

Leia também: Tenista bósnio atropela gandula durante partida de Roland Garros; assista

O jogo

A partida começou de um jeito que parecia que o roteiro se repetiria. Com vários ralis no início, Stephens soube atacar e contra-atacar e forçou erros da número 1, quebrando um set e vencendo por 6/3.

Na segunda parcial, Stephens começou melhor e abriu 2/0, dando indícios que poderia ser campeã. Halep, no entanto, aproveitou falhas da adversária e reagiu, vencendo quatro games consecutivos e fazendo 4/2. Sloane empatou, mas a romena conseguiu se recuperar e vencer por 6/4.

Leia também: Maria Esther Bueno, lenda do tênis, morre em São Paulo aos 78 anos

No último e decisivo set, Simona mostrou porque lidera o ranking. Muito mais agressiva, ela abriu 3/0 rapidamente e ali ficou claro que o primeiro troféu de slam viria. A norte-americana número 10 do mundo chegou a vencer um game, mas Halep confirmou o bom momento e fechou em 6/1 para poder soltar o grito de campeã de Roland Garros em 2018.