Tamanho do texto

Hyeon Chung desistiu da partida no segundo set e suíço tentará o sexto título no Aberto da Austrália contra Marin Cilic

Roger Federer está em mais uma final de Grand Slam. Nesta sexta-feira, o suíço avançou à decisão do Aberto da Austrália ao passar pela sensação sul-coreana Hyeon Chung, que havia eliminado Novak Djokovic, mas decidiu abandonar a partida ainda no segundo set por conta de bolhas no pé. O número 2 do mundo vencia a partida por 6-1 e 5-2 no momento.

Leia também: Após chocar o mundo 40 kg mais magra, tenista volta a ser "cheinha" e surpreende

Roger Federer avançou para mais uma final de Grand Slam
Reprodução/Twitter/AustralianOpen
Roger Federer avançou para mais uma final de Grand Slam

Na final, marcada para o próximo domingo, Federer enfrentará Marin Cilic, que derrotou o britânico Kyle Edmund, por por 3 sets a 0, parciais de 6-2/7-6 (7-4)/6-2, na última quinta-feira. Ele buscará o hexacampeonato no primeiro Grand Slam do ano.

Leia também: Top 10 do mundo, tenista ucraniana posa para fotos picantes em revista; confira

"Eu já joguei com bolhas no passado e isso dói bastante. Às vezes, é muito forte... Eu poderia dizer que tinha algo errado antes mesmo de ele pedir o atendimento médico por lesão (...) É um pouco amargo ir à final dessa forma", afirmou o tenista suíço logo após o jogo.

A queda melancólica do sul-coreano não apaga a boa campanha que ele fez no torneio, eliminando tenistas como Alexander Zverev, Novak Djokovic e Daniil Medvedev. Ele subirá do 59º lugar para o 29º no ranking da ATP, a melhor posição de sua carreira. Além disso, ele foi o primeiro tenista da Coreia do Sul a alcançar esta posição em um Grand Slam.

Leia também: Veja fotos de como as belas tenistas estão aproveitando suas merecidas férias


Situação

Federer, por sua vez, se conquistar o Major, se tornará o maior vencedor ao lado de Novak Djokovic e Roy Emerson. Ele, porém, não irá ultrapassar Rafael Nadal no topo do ranking, mas vai trazer a diferença para apenas 155 pontos. Além disso, com o título, ele aumentaria a vantagem como o maior vencedor de Grand Slams da história. A final feminina será realizada entre Simona Halep e Caroline Wozniacki.