Tamanho do texto

Conhecido como "manic monday", dia que acontecem todos os jogos das oitavas de Wimbledon teve jogão de quase 5 horas entre Nadal e Muller

A segunda-feira que sucede o domingo sem jogos em Wimbledon é conhecida como " manic monday " ou segunda maníaca , na tradução literal, isso porque todos os jogos do simples no masculino e feminino são marcados para tal dia. E os duelos, principalmente o último do dia, fizeram jus à data, chamado por Tomas Berdych de "o melhor dia do tênis que você pode ver".

Leia também: Conheça a tenista que estreou em Wimbledon e já faz sucesso pela sua beleza

Número 1 do mundo, o britânico Andy Murray fez o segundo jogo do dia na quadra central de Wimbledon e eliminou o francês Benoit Paire por 3 sets a 0, com parciais de 7-6 (7-1), 6-4 e 6-4. Seu adversário nas quartas será o norte-americano Sam Querrey, que derrotou o sul-africano Kevin Anderson por 3 sets a 2, parciais de 5-7, 7-6 (7-5), 6-3, 6-7 (11-13) e 6-3.

Roger Federer eliminou o búlgaro Grigor Dimitrov e avançou às quartas de Wimbledon pela 15ª vez na carreira
Reprodução/Twitter/Wimbledon
Roger Federer eliminou o búlgaro Grigor Dimitrov e avançou às quartas de Wimbledon pela 15ª vez na carreira

O suíço Roger Federer, que busca seu oitavo título na grama inglesa, passou com tranquilidade pelo búlgaro Grigor Dimitrov por 3 sets a 0, parciais de 6-4, 6-2 e 6-4. Na sua 15ª aparição nas quartas de final da competição, ele irá enfrentar o canadense Milos Raonic, que bateu o alemão Alexander Zverev por 3 sets a 2, parciais de 4-6, 7-5, 4-6, 7-5 e 6-1.

A partida mais emocionante do dia e que justificou o apelido de 'segunda maníaca' aconteceu na quadra 1 e foi entre o espanhol Rafael Nadal e o luxemburguês Gilles Muller. Foram necessárias exatas quatro horas e 48 minutos e um quinto set com incríveis 28 games para definir o classificado.

Gilles Muller, de Luxemburgo, venceu Rafael Nadal em quatro horas e 48 minutos de jogo por 3 sets a 2
Reprodução/Twitter/Wimbledon
Gilles Muller, de Luxemburgo, venceu Rafael Nadal em quatro horas e 48 minutos de jogo por 3 sets a 2

Muller começou melhor e abriu 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-4, mas viu Nadal repetir exatamente as mesmas parciais para empatar o jogo e forçar o quinto set. Com nenhuma quebra de saque até o 27º game, a partida quase chegou ao ponto de ser paralisada por conta da luz, já que a iluminação natural estava no fim com o iminente pôr do sol londrino, mas o espanhol errou e o luxemburguês conseguiu fechar em 15-13 e fazer 3 a 2.

Leia também: Tenista sofre grave lesão no joelho, grita por ajuda e comove Wimbledon; assista

Ele irá enfrentar o croata Marin Cilic, que venceu com facilidade o espanhol Roberto Bautista Agut por 3 sets a 0, triplo 6-2. Outro classificado nesta segunda foi o checo Tomas Berdych, que eliminou o austríaco Dominic Thiem por 3 sets a 2, parciais de 3-6, 7-6 (7-1), 3-6, 6-3 e 3-6.

Por conta das quase cinco horas de jogo entre Nadal e Muller, o francês Adrian Mannarino e o sérvio Novak Djokovic, que fariam a última partida do dia, não puderam se enfrentar e abrirão a terça-feira em Londres.

Feminino

Na primeira partida na quadra central de Wimbledon do dia, a norte-americana Venus Williams venceu a croata Ana Konjuh por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-2. Ela irá enfrentar a letã Jelena Ostapenko, que venceu a ucraniana Elina Svitolina por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 7-6 (8-6).

Venus Williams venceu a croata Ana Konjuh e se classificou às quartas
Reprodução/Twitter/Wimbledon
Venus Williams venceu a croata Ana Konjuh e se classificou às quartas

Johanna Konta, número 6 do mundo, venceu a francesa Caroline Garcia por 2 sets a 1, parciais de 7-6 (7-6), 4-6 e 6-4, e se tornou a primeira britânica a chegar às quartas de Wimbledon desde 1984. Ela irá enfrentar a romena Simona Halep, que venceu, por 2 sets a 0, parciais de 7-6 (7-3) e 6-2, a bielorussa Victoria Azarenka. Halep, caso vença e avance, será a nova número 1 do mundo.

Leia também: Venus Williams se envolve em acidente de carro que termina com a morte de homem

Isso porque a atual líder do ranking da WTA, a alemã Angelique Kerber, perdeu para a espanhola Garbine Muguruza por 2 sets a 1, parciais de 6-4, 4-6 e 4-6. Muguruza terá pela frente a russa Svetlana Kuznetsova, que bateu a polonesa Agnieszka Radwanska por 2 sets a 0, parciais de 6-2 e 6-4.

Coco Vandeweghe surpreendeu e também passou para as quartas
Reprodução/Twitter/Wimbledon
Coco Vandeweghe surpreendeu e também passou para as quartas

A quarta e última chave das quartas de final será formada pela eslovaca Magdalena Rybarikova, que venceu a croata Petra Martic por 2 sets a 1, parciais de 6-4, 2-6 e 6-3, e pela norte-americana Coco Vandeweghe, que, surpreendentemente, eliminou a dinamarquesa Caroline Wozniacki por 2 sets a 0, parciais 7-6 (7-4) e 6-4.

Duplas

A dupla formada pelo brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot venceu a dupla do romeno Florin Mergea e o paquistanês Aisan-Ul-Haq Qureshi por 3 sets a 2, parciais de 6-7 (3-7), 4-6, 6-1, 6-4 e 6-2, e também está nas quartas de Wimbledon.