Tamanho do texto

Espanhol agora irá enfrentar o suíço Roger Federer na decisão do Aberto da Austrália; será o novo encontro em final de Grand Slam entre os dois

Rafael Nadal venceu Grigor Dimitrov por 3 sets a 2 e irá para sua 21ª final em Grand Slam
Reprodução/Twitter
Rafael Nadal venceu Grigor Dimitrov por 3 sets a 2 e irá para sua 21ª final em Grand Slam

Em um jogo digno de semifinal de Grand Slam, o espanhol Rafael Nadal superou o búlgaro Grigor Dimitrov por 3 sets a 2, com parciais (6/3, 5/7, 7/6, 6/7 e 6/4) em quatro horas e cinquenta e seis minutos de jogo, nesta sexta-feira (27), e garantiu sua vaga na final do Aberto da Austrália para enfrentar o suíço Roger Federer. 

LEIA MAIS: Federer vence Wawrinka e vai à final do Aberto da Austrália após sete anos

Nadal e Federer se encontram na quadra central de Melbourne para decidir quem levará o primeiro título do ano pela segunda vez na história (o único duelo foi em 2009 e o espanhol levou a melhor). Será a nona final de Majors entre os ex-líderes do ranking da ATP e Federer tenta vencer o rival pela terceira vez, enquanto Rafael tenta a sétima vitória.

"Para mim, é um privilégio, é uma coisa especial para nós dois estar em uma grande final novamente, depois de alguns anos tendo problemas", disse Nadal, ainda em quadra, sobre o reencontro com Federer.

LEIA MAIS: Em duelo de irmãs, Venus e Serena se enfrentam na final do Aberto da Austrália

Além disso, será a 35ª vez que os dois se enfrentam, com vantagem para Rafa, que venceu 23, contra 11 vitórias de Roger. No último encontro entre os dois, em 2015, na Basileia, Suíça, Federer levou a melhor. Em uma decisão de Grand Slam, porém, quem venceu o último duelo foi Nadal, em Roland Garros 2011, por 3 sets a 1.

LEIA MAIS: Aberto da Austrália aumenta premiação em R$12,3 milhões

"É difícil descrever as emoções. Primeiro de tudo, eu estava cansado e Grigor estava jogando o inacreditável. Foi um grande jogo. Eu me sinto muito feliz por ser parte dele. Eu aprecio isso... A torcida foi simplesmente incrível. Muito, muito obrigado por esse apoio enorme. Classificar para uma final como esta significa muito para mim", afirmou.

O jogo

Com o primeiro set sendo o mais rápido da partida, 35 minutos, e o terceiro o mais longo, 1 hora e 10 minutos, Rafael começou a partida na frente. Dimitrov empatou no segundo set, o espanhol venceu o terceiro, perdeu o quarto e venceu o quinto. Foram necessários dois tie-breaks e equilíbrio é a palavra ideal para este jogo, que também pode ser chamado de batalha.

"Fedal"

Esta será a quarta final de Nadal na Austrália, enquanto Federer está na decisão pela sexta vez. O espanhol tem um título (justamente contra Roger) e o suíço, quatro. No quesito final de Grand Slams, Federer é recordista com 28 e Rafa chegou à 21ª vez em uma decisão de Majors. Com relação aos títulos na Austrália, Inglaterra, Estados Unidos e França (os torneios Grand Slam), Federer também é dono do recorde, com 17. Nadal tem 14.

Rafael Nadal e Roger Federer voltam a se enfrentar em uma final de Grand Slam, como nos velhos tempos
Reprodução
Rafael Nadal e Roger Federer voltam a se enfrentar em uma final de Grand Slam, como nos velhos tempos