Tamanho do texto

O australiano sucedeu brasileiro Guga e liderou o ranking mundial do tênis por 80 semanas entre 2001 e 2003

Lleyton Hewitt se aposenta com derrota na segunda rodada do Aberto da Austrália
REPRODUÇÃO/AUSTRALIAN OPEN/TWITTER
Lleyton Hewitt se aposenta com derrota na segunda rodada do Aberto da Austrália

Nesta quinta-feira o tênis mundial se despediu de um dos seus ex-número um do ranking da ATP. Lleyton Hewitt enfrentou o espanhol David Ferrer pela segunda rodada do Aberto da Austrália foi derrotado por 3 a 0, se aposentando do circuito profissional.

Leia também:

+ Red Bull pode ser multada por colocar carro de Fórmula 1 para rodar na neve

+ Mascherano é condenado a um ano de prisão

Jogando na mesma quadra em que iniciou sua carreira profissional, Hewitt contou com o apoio integral da torcida, se esforçou, mas não foi páreo para o espanhol que ocupa a oitava posição do ranking. O placar final de 3 a 0, com parciais de 6-2, 6-4 e 6-4, foi o que menos importou para o público que ovacionou seu tenista.

Veja o momento em que Hewitt agradece o apoio da torcida durante sua última partida:

"É uma emoção estranha. Não acho que vou assimilar completamente em dois dias", afirmou o tenista após a partida, "Como eu sempre disse, sou competitivo e me esforço parar tirar o máximo de mim. Obviamente, isso vinha à minha mente a cada jogo nesta semana, mas eu tenho tido um mês fantástico. Sinto-me honrado por ter este apoio e este amor da torcida. Significa muito para mim. Tive muito sucesso e grandes partidas nesta quadra. É uma sorte terminar aqui", completou.

Profissional desde 1997 quando estreou justamente no Aberto da Austrália, Lleyton Hewitt começou a ficar conhecido no cenário do tênis quando, aos 16 anos e na 500ª posição do ranking, conquistou o ATP de Adelaide de 1998, vencendo pelo caminho tenistas de renome como Mark Woodforde, Vincent Spadea, Andre Agassi e Jason Stoltenberg. O australiano disputou 19 temporadas no circuito profissional, vencendo sete títulos entre os principais torneios de simples e duplas, com destaque para as conquistas dos Grand Slams US Open de 2001 e Wimbledon de 2002. Substituiu Guga como líder do ranking mundial em 2001, permanecendo no topo por 80 semanas antes de perder o posto em 2003.

Hewitt deixa a quadra com a família após perder para David Ferrer na segunda rodada do torneio
REPRODUÇÃO/AUSTRALIAN OPEN/TWITTER
Hewitt deixa a quadra com a família após perder para David Ferrer na segunda rodada do torneio


Apesar de aposentado nos simples, Hewitt ainda disputa a chave de duplas do Aberto da Austrália ao lado do compatriota Sam Groth encarando a dupla formada pelo finlandês Henri Kontinen e pelo australiano John Peers na segunda rodada da competição. Depois, o tenista segue como capitão da equipe australiana da Copa Davis.