Tamanho do texto

O oposto do Sesi tem uma árdua missão, pois compete com outros três jogadores por apenas duas vagas na seleção de vôlei

Guilherme Tosetto
Wallace Martins, ouro no vôlei masculino no Pan, não mede esforços para ir a Londres
Medalha de ouro no Pan de Guadalajara , o oposto da seleção brasileira masculina de vôlei , Wallace Martins , afirmou nesta terça-feira, em um evento de um de seus patrocinadores em São Paulo, que deseja realizar o seu sonho de participar dos Jogos Olímpicos de Londres , em 2012.

Leia mais: Melhor atacante do Pan aprende que nem todo sai da força

Atual campeão da Superliga pelo time do SESI-SP, o jogador aproveita as últimas chances dadas no Sul-Americano e Pan-Americano e não mede esforços para ir a Londres . “Não é um objetivo, é um grande sonho para mim. Vou fazer de tudo para fazer parte deste grupo nas Olimpíadas de Londres”, disse o maior pontuador da última Superliga.

Confira também: A maratona de Solonei Rocha não para

A tarefa de Wallace na seleção brasileira não será fácil. Ele, Théo, Leandro Vissoto e Wallace de Souza brigam por duas vagas no grupo brasileiro que vai a Londres . “É uma disputa sadia, sem rivalidade, pois todos se conhecem. Quem ganha com isso é a seleção brasileira, porque todos têm que jogar melhor ainda”, comentou o atleta de 2,04m de altura.

O oposto do SESI-SP e da seleção brasileira também falou sobre a união dos jogadores brasileiros, mesmo os que não foram para o Pan de Guadalajara . “Recebemos várias mensagens de apoio via twitter dos jogadores que ficaram aqui no Brasil, afinal eles também fazem parte do grupo. Jogamos juntos na seleção e nos enfrentamos sempre pela Superliga, então somos bastante unidos”, finalizou o jogador de 28 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.