Matheus Cunha
Divulgação
Matheus Cunha

Em busca da terceira final olímpica seguida no futebol masculino, o Brasil enfrenta o México nesta terça-feira (3), às 5h (de Brasília), com uma dúvida na equipe titular. Matheus Cunha, que se machucou no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Egito, nas quartas de final, não participou do último treino e dificilmente terá condições de entrar em campo.

Com a provável ausência, o técnico André Jardine tem algumas opções para o ataque: Malcom e Paulinho são os favoritos, mas Reinier também corre por fora, o que mudaria a forma de jogar da equipe.

"A gente trabalhou com várias possibilidades, mas não vou contar para não facilitar a vida do México. Digo que essa opção pode potencializar o jogador que entra numa função que domina completamente. Primeiro estudamos bastante o México para tentar pegar através do adversário alguma pista. Lamentamos a situação do Cunha, mas isso abre possibilidade de alguma situação que o México não espera", desconversou Jardine.

Malcom foi mais aproveitado ao longo da Olimpíada, tendo entrado em todos os quatro jogos, enquanto o segundo só em três. Em compensação, Paulinho já fez um gol na competição e foi quem entrou no lugar de Matheus Cunha (veja galeria abaixo) , quando sentiu a coxa esquerda aos oito minutos do segundo tempo das quartas de final.

Você viu?


Com uma contratura muscular constatada, os médicos da Seleção farão um novo exame antes do duelo com o México, mas as chances de o atacante jogar são remotas, apesar de ainda não ter sido descartado.

A seleção olímpica deve ir a campo com: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Antony, Paulinho (Matheus Cunha ou Malcom) e Richarlison.

Na outra semifinal, Japão e Espanha disputam a outra vaga na briga pelo ouro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários