Douglas Souza, do vôlei, é um dos fenômenos brasileiros nas redes sociais em Tóquio
Divulgação/FIVB
Douglas Souza, do vôlei, é um dos fenômenos brasileiros nas redes sociais em Tóquio


O COB (Comitê Olímpico Brasileiro) emitiu uma nota nesta quarta-feira orientando os atletas do Brasil a evitarem exposição e seguirem as recomendações do COI (Comitê Olímpico Internacional) em relação ao uso das redes sociais. O COB ainda pede que eles foquem em seus desempenhos nas competições dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A nota foi divulgada no mesmo dia em que a goleira Bárbara, da Seleção Brasileira feminina de futebol, trocou ofensas com uma atleta paraolímpica do Brasil.

- O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões - diz um trecho da nota.

Os atletas do Brasil têm tido contato frequente com as redes sociais durante a Olimpíada. Além do uso comum de divulgação e comunicação com familiares e amigos, alguns atletas além de Bárbara tiveram repercussão nas redes.

O jogador da Seleção masculina de vôlei Douglas Souza chegou a 2 milhões de seguidores em sua conta no Instagram após postar vídeos divertidos e mostrando a Vila Olímpica em seus stories. Já a skatista Letícia Bufoni explicou o atrito com o medalhista de prata Kelvin Hoefler.

Veja abaixo a nota na íntegra:

"O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões

Assim, o COB recomenda fortemente que durante seu período competitivo em Tóquio, atletas e oficiais concentrem-se prioritariamente em sua performance e no contato com seus amigos e familiares através de canais diretos, evitando distrações que podem tirá-los do foco principal.

Ressaltamos ainda que o COB orienta todos os integrantes da delegação brasileira a atentarem e seguirem as diretrizes para uso de redes sociais do Comitê Olímpico Internacional"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários