Tamanho do texto

Ciclista Bahman Golbarnezhad perdeu o controle da bicicleta e caiu em um trecho de montanha. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu

O atleta iraniano Bahman Golbarnezha, de 48 anos, morreu neste sábado (17) depois de um grave acidente durante a prova do ciclismo de estrada na Paralimpíada Rio 2016. 

Bahman Golbarnezhad, de 48 anos, morreu após grave acidente na prova de ciclismo de estrada
Comitê Paralímpico Iraniano
Bahman Golbarnezhad, de 48 anos, morreu após grave acidente na prova de ciclismo de estrada


Acompanhe a Paralimpíada em tempo real

O atleta perdeu o controle da bicicleta em uma descida em um trecho montanhoso por volta do km 15 da prova do ciclismo de estrada para classe C4-5, às 10h40,  e bateu a cabeça. Segundo informações do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), o atleta recebeu tratamento de emergência no local. 

Nesta tarde, o IPC confirmou a morte do ciclista e deu mais detalhes. Bahman teve uma parada cardíaca na ambulância, a caminho do hospital. Ele ainda chegou a ser levado para outro hospital credenciado pelos Jogos, mas morreu logo depois que chegou ao local.

Membros do comitê lamentaram a morte. "A família paralímpica está unida em luto depois desta terrível tragédia", disse Philip Craven, presidente do IPC. "É uma notícia muito triste para o esporte e o movimento paralímpico. Nosso coração e nossas orações estão com a famíila de Bahman, seus colegas atletas e povo do Irã", comentou Carlos Arthur Nuzman, presidente do Rio 2016. 

O Comitê Paralímpico do Irã também prestou homenagem a Bahman e afirmou que ele foi um atleta exemplar e com amor e energia inesgotáveis para promover o nome do país e o esporte. 

Essa foi a primeira morte nas Paralimpíadas 2016. Bahman tambem terá uma homenagem na Vila dos Atletas neste sábado. 

Prova do ciclismo de estrada classe C4-5 na Paralimpíada Rio 2016
Divulgação
Prova do ciclismo de estrada classe C4-5 na Paralimpíada Rio 2016



Lauro Chaman sobe ao pódio novamente e faz história na Paralimpíada do Rio 2016

A prova de ciclismo de estrada seguiu apesar do acidente e o vencedor foi Daniel Abraham Gebru, dos Países Baixos, que concluiu o percurso de 84 km em 2h13min08s. O brasileiro Lauro Chaman ficou com a prata e o italiano Andrea Tarlao completou o pódio. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.