Tamanho do texto

Brasil chegou a 48 medalhas ganhas nos Jogos do Rio 2016, recorde do país na história do torneio paralímpico

Quarteto do Brasil comemora prata nos 4x100
Reprodução/Twitter
Quarteto do Brasil comemora prata nos 4x100

O sétimo dia de competições foi especial para o Brasil. Além das provas inesquecíveis, o país conseguiu, nessa quarta-feira (14), chegar a sua melhor campanha da história das Paralimpíadas - nada mais emblemático do que alcançar essa marca em casa. O recorde foi batido justamento por aquele que é o maior medalhista brasileiro em Paralimpíadas: Daniel Dias. O brasileiro fez parte do quarteto que conquistou a prata no 4x100 livre, ao lado de André Brasil, Ruiter Silva e Phelipe Rodrigues. 

Confira agenda Brasil dessa quinta-feira de Paralimpíada

Daniel virou o segundo nadador com mais medalhas em Paralimpíadas, empatado com o canadense Timothy McIsaac, o norueguês Noel Pedersen e o japonês Junichi Kawai com 21. Se subir ao pódio nas três provas ainda previstas para nadar no Rio 2016, a lenda de 28 anos alcançará a marca de 24 medalhas paralímpicas, ultrapassando o atual recordista da natação masculina, o australiano Matthew Cowdrey, que tem 23 e não disputa essa Paralimpíada.