Tamanho do texto

Na final dos 100m peito SB4, o brasileiro ficou com a prata e agora, quer alcançar marca histórica que pertence ao australiano Matthew Cowdrey

Daniel Dias em disputa acirrada contra o chinês Junsheng Li
CPB/Divulgação
Daniel Dias em disputa acirrada contra o chinês Junsheng Li

Na prova dos 100m peito SB4, que aconteceu neste domingo (11), Daniel Dias conquistou a medalha de prata, a 19ª de sua carreira e fica perto de um recorde histórico do australiano Matthew Cowdrey, o maior vencedor da história da natação Paralímpica, com 23 medalhas, disputadas entre os jogos de Atenas 2004 e Londres 2012. O australiano não disputa os jogos do Rio 2016.

ELIMINAÇÃO PRECOCE:  Alan Fonteles decepciona na Paralimpíada.

A final da prova deste domingo (11) foi de arrepiar. o brasileiro largou bem, saiu na frente mas antes mesmo da virada foi ultrapassado pelo chinês Junsheng Li. Nos 50m finais, o chinês parecia ter sentido o ritmo forte, Daniel acelerou mas não conseguiu ultrapassar o atleta da china, que ficou com o ouro em uma diferença de apenas 17 décimos de segundo. Junsheng Li fez o tempo de 1min35s96, enquanto Daniel cravou 1min36s13.

Em entrevista ao site oficial Rio 2016, Daniel comenta a sobre a pequena diferença que o separou do ouro. "Eu quase alcancei o chinês. Se tivesse mais um pouquinho de piscina eu teria alcançado. Mas ele (Junsheng Li) fez uma grande prova, é um grande adversário e tem que ser respeitado", disse Daniel, feliz com o espetáculo oferecido ao torcedor. "Foi ótimo, mostra que o esporte Paralímpico é legal de assistir".

INCRÍVEL:  Atleta paralímpico faz tempo que lhe daria ouro nas Olimpíadas.

O nadador brasileiro já conquistou quatro medalhas na Paralimpíada do Rio 2016 (uma de ouro, duas de prata e uma de bonze). Das 19 medalhas já conquistadas por Daniel Dias, 11 são de ouro, sete de prata e três de bronze. Daniel aida participa de cinco provas nesta paralimpíada. Se subir ao pódio em todas elas, o brasileiro irá se consagrar como o maior medalhista da natação Paralímpica.

FORÇA PARALÍMPICA:  Judoca cego x oponente que enxerga: quem leva a melhor?

Daniel já ganhou quatro medalhas no Rio de Janeiro, sendo uma de ouro, duas de prata e uma de bronze. Historicamente, ele tem 11 de ouro, seis de prata e duas de bronze. Já os australiano tem 13 de ouro, sete de prata e três de bronze. O brasileiro ainda compete em cinco provas no Rio 2016, e caso suba ao pódio em todas elas será o maior medalhista da natação Paralímpica em todos os tempos, ultrapassando o australiano Matthew Cowdrey.