Tamanho do texto

Judoca Alana fica com prata na disputa do judô feminino até 70kg

Tenório levou a prata em sua despedida das Paralimpíadas
Reprodução/Twitter
Tenório levou a prata em sua despedida das Paralimpíadas

Um dos favoritos para levar o ouro no judô, na categoria até 100kg, Antônio Tenório foi surpreendido pelo sul-coreano Gwanggeun Choi. Após bom início, o brasileiro tomou Ippon do adversário e ficou com a medalha de prata. Arquibancada se surpreendeu com a derrota, mas gritou muito o nome dele após o término do duelo.

De virada, Brasil vence na estreia da bocha

Tenório é uma das lendas dos esporte paralímpico brasileiro. Ele subiu no pódio nas seis Paralimpíadas que disputou, conquistando um total de quatro ouros e duas pratas.

Alana Maldonado fica com a prata no judô
Reprodução/Twitter
Alana Maldonado fica com a prata no judô

Primeira a entrar no tatame foi a Alana Martins, contra a mexicana Lenia Fabiola, pela categoria até 70 kg. A brasileira ficou com a prata, após ser imobilizada pela adversária. Alana chorou muito depois do duelo e foi abraçada pela torcida, que reconheceu o esforço da lutadora, mais uma medalhista brasileira nos Jogos Paralímpicos.

Quem também tinha chance de levar ouro no judô era o brasileiro Wilians Silva, na categoria acima de 100kg. Porém, com apenas dois segundos de luta, Adiljan Tuledibaev, do Uzbequistão, aplicou um Ippon no judoca da casa e levou o ouro.

Claudiney dos Santos conquista quarto ouro do Brasil

Deanne Silva disputou o bronze na categoria acima de 70kg contra a americana Christella Garcia. Apesar de dominar quase todo duelo e estar vencendo por Wazari, ele acabou imobilizada pela adversária quando faltava dois minutos para o fim do duelo e perdeu a medalha.