Tamanho do texto

Time formado por Dirceu Pinto, Eliseu dos Santos e Marcelo dos Santos levou a arquibancada ao delírio

Equipe de Bocha vence Hong Kong
CPB/Divulgacao
Equipe de Bocha vence Hong Kong

Foi uma “bola mágica” que decretou a primeira vitória do Brasil na classe BC4, no início da tarde de hoje, nos Jogos Paralímpicos. O time formado por Dirceu Pinto, Eliseu dos Santos e Marcelo dos Santos deixou a arquinbancada animadíssima após uma virada incrível, na última bola. O Brasil perdia por 3 a 2 e estava nas mãos de Marcelo a última bola da última parcial do jogo. Um lançamento perfeito afastou as bolas adversárias da bola branca, de referência, e virou o placar para o Brasil, 4 a 3.

Seis brasileiros se classificam para finais na natação

“Foi no último momento, já estava acabando o tempo, com sete segundos. Só tinha uma única jogada para fazer, a gente preparou muito essa jogada e acabou dando certo. Era para ser nossa essa vitória”, disse Marcelo. A torcida compareceu em ótimo número e muito barulho a favor do Brasil. Dirceu, atual campeão paralímpico junto com Eliseu, atribuiu à torcida a energia necessária para a virada na partida.

“Aquela bola do Marcelo no finalzinho, fazendo os dois pontos e virando o jogo, foi a energia que a torcida estava passando para fazer aquele ponto. Foi espetacular o que a torcida fez aqui hoje”, disse Dirceu. É a primeira vez que ele vê uma torcida tão grande e barulhenta a seu favor no esporte, e soube aproveitar. “Tivemos que entrar em quadra, sentir a energia da torcida e pegar essa energia toda, canalizar e jogar para cima do adversário. A gente percebeu que a torcida veio com tudo junto com a gente e deu aquela energia”.

Para deixar a vitória mais doce, ela aconteceu justamente no dia do aniversário de Marcelo e Dirceu, que fazem 44 e 36 anos. “Esta vitória é um presente para os dois e com uma bola mágica, perfeita do Marcelo no final. Estou com o Dirceu, meu irmão de tantos anos de competição, e o Marcelo, meu irmão de sangue. E foi só o primeiro passo, temos alguns degraus ainda pela frente”, disse Eliseu. Os três têm mais um desafio hoje (10), contra a Tailândia, às 18h50.

Claudiney dos Santos conquista quarto ouro do Brasil

Vitórias também nas outras classes

O Brasil também saiu vencedor nas outras duas partidas realizadas no início da tarde. Na categoria BC1/BC2, Guilherme Moraes, José Carlos Chagas, Lucas de Araújo e Maciel Santos venceram o time de Hong Kong e saíram muito aplaudidos pela torcida. E na categoria BC3, Antônio Leme, Evani Soares Silva e Evelyn de Oliveira. Em cada ponto e em todas as vitórias, a torcida fez muito barulho e comemorou com os atletas que, dentro de quadra, agradeceram o apoio e saudaram o público.