Tamanho do texto

Cerimônia de abertura acontece nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã e, assim como nas Olimpíadas, prefeitura recomenda o uso de transporte

Estádio do Maracanã receberá a abertura dos Jogos Paralímpicos
Reprodução
Estádio do Maracanã receberá a abertura dos Jogos Paralímpicos

A cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 acontece nesta quarta-feira, feriado de Independência do Brasil, no estádio do Maracanã, das 18h às 20h. E, para controlar o trânsito nas proximidades do estádio Mário Filho, a prefeitura do Rio de Janeiro está preparando uma grande operação.

LEIA MAIS:  Recorde nos Jogos Rio 2016: ingressos vendidos superam a marca de 1,5 milhão

Serão empregados cerca de quinhentos controladores da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) e agentes da Guarda Municipal para a operação especial de abertura das Paralimpíadas. Eles usarão 40 veículos operacionais além de 65 motocicletas que irão monitorar toda a região e poderão realizar um deslocamento mais rápido, se isso for necessário.

LEIA MAIS:  Brasil tem cinco chances de medalha logo no início dos Jogos Rio 2016

Segundo a prefeitura, comandada por Eduardo Paes (PMDB-RJ), a melhor maneira de chegar ao estádio palco da cerimônia é, assim como nos Jogos Olímpicos, de transporte público, isto é, de metrô ou trem - por conta das muitas mudanças no tráfego em torno do Maracanã, os trajetos de ônibus irão demorar mais.

Mas fique tranquilo, pois haverá painéis fixos e móveis com mensagens sobre as muitas alterações no trânsito, com rotas alternativas e condições de tráfego. Nos arredores do estádio, serão colocados reboques da CET-Rio para ajudar na desobstrução das vias em caso de acidente ou quebra de algum veículo. Toda a área do evento será monitorada pelo Centro de Operações Rio para que possam ser feitos ajustes na programação dos semáforos e se garanta a fluidez do trânsito e adaptações às novas condições após a implantação dos bloqueios no entorno do Maracanã.

Pedido de planejamento

Rafael Picciani, secretário-executivo de Coordenação de Governo, pediu que os torcedores se planejem e sigam as orientações da prefeitura, como, por exemplo, a de evitar a utilização de carros próprios aos locais de competição e utilizar o transporte público.

LEIA MAIS:  Príncipe Harry faz doação para levar crianças brasileiras à Paralimpíada

“Temos um evento de menor dimensão do que os Jogos Olímpicos, porém de complexidade similar, já que não estaremos em período de férias escolares, sem feriados previstos, e isso exigirá mais uma vez o comprometimento e a colaboração de todos os cariocas”, disse Picciani.

A prefeitura do Rio de Janeiro lembra ainda a necessidade de respeitar os locais de circulação restrita e estacionamento proibido. Para os pedestres, como em todas as ocasiões, recomenda-se que a travessia nas ruas e avenidas nos locais com sinais de trânsito para evitar acidentes tanto na ida quanto na volta da abertura dos Jogos Paralímpicos.