Tamanho do texto

Mensagens de internautas criarão mapa de calor para acender a Tocha da Paralimpíada Rio 2016

A partir de primeiro de setembro, a tocha paralímpica começa o seu revezamento pelas cinco regiões do Brasil, com 250 km a serem percorridos e 745 condutores.

Na terça-feira (06), o revezamento chega ao Rio de Janeiro e as cinco chamas regionais, mais a que será acesa em Stoke Mandeville (cidade inglesa onde nasceu o movimento paralímpico) nesta sexta-feira (02), se unirão no Museu da Amanhã, no centro da cidade, para formar o fogo que iluminará o Maracanã na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Durante o evento, ela ficará acesa na Candelária, também no centro.

LEIA MAIS:  Analista arrecada R$ 20 mil para levar crianças carentes à Paralimpíada

Cada chama e cada cidade pela qual passará a tocha representará um valor dos Jogos Paralímpicos: Brasília – igualdade; Belém – determinação; Natal – inspiração; São Paulo – transformação e Joinville – coragem. O valor para o Rio de Janeiro será paixão.

Uma das novidades dessa Paralimpíada, em comparação à Olimpíada, é a possibilidade da participação de internautas de todo o mundo através do Twitter. Eles 'ajudarão' a acender a chama olímpica. Para isso, basta o usuário postar uma mensagem em sua conta na rede social utilizando a hashtag #ChamaParalímpica e o valor da cidade associada para que ele passe a integrar o mapa de calor, gerado de acordo com o volume de postagens por região. As tochas de cada cidade serão acesas a partir da energia enviada por essas mensagens. O mapa pode ser acompanhado no site da Rio 2016 .