Tamanho do texto

Revezamento da tocha dos Jogos Paralímpicos começa no dia 01 de setembro

O presidente interino Michel Temer e o velocista Yohansson Nascimento acendem a tocha paralímpica no Palácio do Planalto
Beto Barata/Presidência da República
O presidente interino Michel Temer e o velocista Yohansson Nascimento acendem a tocha paralímpica no Palácio do Planalto

A tocha dos Jogos Paralímpicos foi recebida pelo presidente em exercício Michel Temer na tarde da última quinta-feira (25), em Brasília.  LEIA MAIS.

O presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, o ministro do esporte, Leonardo Picciani, e o presidente do Comitê Brasileiro Paralímpico e vice-presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Andrew Parsons, também estiveram presentes na cerimônia.

Para Nuzman "a experiência de sediar os Jogos Olímpicos, aclamados por muitos como os melhores da história, garante que os Jogos Paralímpicos caminhem na mesma direção".

"Nós iremos receber o mundo paralímpico em uma cidade que foi transformada", continuou Nuzman.

Confira os oito erros e os oito acertos dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

Paratletas brasileiros e o campeão paralímpico e mundial Yohansson Nascimento representaram a delegação brasileira, que vai contar com 285 atletas na Rio 2016. "Eu não tenho dúvidas de que os Jogos Paralímpicos também serão um sucesso", disse Yohansson, um dos maiores nomes do atletismo nacional.

O revezamento da tocha paralímpica começa no dia 01 de setembro e, diferente da Olimpíada, em que a tocha passou por 329 cidades, na Paralimpíada, ela vai passar somente por cinco cidades até chegar ao Rio de Janeiro para a cerimônia de abertura no dia 07 de setembro, no estádio do Maracanã.

Rio 2016: 11 curiosidades sobre os Jogos Paralímpicos

As cidades de Brasília, Belém, Joinville, Natal e São Paulo receberão a tocha paralímpica, contemplando, dessa forma, uma cidade por região do país e cerca de 700 condutores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas