Tamanho do texto

Medals Per Capita fez uma conta curiosa para determinar o líder do ranking de medalhas e resultado deixa países como Estados Unidos bem longe da ponta do quadro de medalhas

Mais uma vez, os Estados Unidos lideraram com sobras o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos - 121 medalhas, sendo 46 de ouro, quase o dobro de medalhas douradas do segundo lugar, Grã-Bretanha. Mas o site "Medals Per Capita" resolveu fazer uma conta inusitada para criar um novo ranking de medalhas para o jogo: dividir o número de ouros pela população do país em questão.

Confira fotos das medalhas conquistadas pelo Brasil nas Olimpíadas do Rio 2016

Shaunae Miller, das Bahamas, levou ouro nos 400m rasos
Reprodução/Twitter
Shaunae Miller, das Bahamas, levou ouro nos 400m rasos

A Jamaica, por exemplo, conquistou seis ouros e tem 2.725.941 habitantes. Com isso, sua média é de um ouro para cada 454,323 pessoas, o que a coloca na segunda posição. O líder absoluto é Bahamas, que conquistou um ouro e tem 388.019.  O Top 3 seria fechado pela Croácia: cinco medalhas de ouro para 4.224.404, média de uma a cada 844.880.

A potência olímpica chama Estados Unidos não ficaria sequer entre os dez primeiros. Com 46 ouros e mais de 302 milhões de habitantes, os norte-americanos ocupam a 30ª colocação nesse "novo" ranking, com um ouro para cada 6.987.365 pessoas. O Brasil cai para 52ª posição com um ouro para cada 29,692,504 habitantes. China, país mais populoso do mundo, terminaria atrás do anfitrião, em 54º - 26 ouros para 1.371.220.000, o que gera média de uma para cada  52.739.230 .

Relembre as mais belas atletas que competiram nas Olimpíadas do Rio

O site ainda faz as contas levando em conta o número total de medalhas ganhas. Se estiver curioso e quiser conferir o ranking completo, clique aqui .