Tamanho do texto

Capitão da seleção mandou recado para quem duvidou da sua capacidade

Estadão Conteúdo

Neymar imitou Usain Bolt
ESTADÃO CONTEÚDO
Neymar imitou Usain Bolt

Principal alvo de críticas nos Jogos Olímpicos, Neymar conseguiu a redenção na final contra a Alemanha neste sábado, no Maracanã. Marcou o gol durante o empate por 1 a 1 no tempo regulamentar e na decisão por pênaltis fez a cobrança derradeira que garantiu o inédito ouro olímpico para a seleção brasileira de futebol.

CONFIRA: Festa no Maracanã! Brasil bate Alemanha nos pênaltis e conquista o ouro inédito

Depois de desabar no gramado e soluçar ao tirar o enorme peso das costas, o capitão do time mandou um recado para os que duvidaram de sua capacidade, reeditando a frase de Zagallo logo após conquistar o título da Copa América de 1997, então como técnico da seleção brasileira. "É uma das coisas mais felizes que aconteceram na minha vida. Fazer o quê? Vão ter que me engolir", afirmou, em entrevista para a TV Globo na beira do gramado.

Durante a campanha brasileira até a decisão, Neymar foi bastante contestado. No empate sem gols com o Iraque na primeira fase, os torcedores gritaram o nome de Marta nas arquibancadas. Nas redes sociais, a imagem de um garoto, de costas, com o nome de Neymar riscado na camisa da seleção brasileira e Marta escrito por cima viralizou.

O camisa 10, no entanto, se conteve. "Tenho muita coisa para falar, mas ainda não encontrei palavras. Só tenho que agradecer a família, meus amigos, companheiros... No começo fomos muito criticados. Falaram da gente e respondemos com futebol. E é isso que a gente vai fazer sempre. Responder com futebol", ressaltou.

VEJA: Com Erlon, Isaquias leva prata e se torna o maior brasileiro em uma Olimpíada

O zagueiro Marquinhos seguiu o tom de rebater os críticos e lembrou de uma das frases clichês do futebol para comemorar a conquista. "Os humilhados foram exaltados", disse. "Vivemos momentos difíceis. Tinha uma pressão muito grande. Apesar da pouca idade, tivemos confiança no trabalho e demos a volta por cima", completou.

    Leia tudo sobre: Futebol