Tamanho do texto

A equipe brasileira formada por Guilherme Guido, Felipe França, Henrique Martins e Marcelo Chierighini

Estadão Conteúdo

O Brasil está garantido em mais uma final da natação na Olimpíada do Rio. Nesta sexta-feira à tarde, a equipe masculina do revezamento 4x100m medley fechou as semifinais com o sétimo melhor e confirmou a classificação. O time da Grã-Bretanha avançou com a melhor marca do dia.

Marcelo Chierighini, um dos integrantes da equipe do revezamento 4x100 medley
Reprodução Twitter Time Brasil
Marcelo Chierighini, um dos integrantes da equipe do revezamento 4x100 medley

Rio 2016: Acompanhe os Jogos Olímpicos em tempo real

A equipe brasileira formada por Guilherme Guido, Felipe França, Henrique Martins e Marcelo Chierighini fez bonito e garantiu o Brasil em sua sétima final da modalidade nos Jogos do Rio. Trata-se do recorde do País na natação em uma edição de Olimpíada.

Para avançar, o Brasil terminou na quarta colocação da segunda bateria do dia, com o tempo de 3min32s96, atrás dos Estados Unidos, do Japão e da China. O time brasileiro começou mal, com Guilherme Guido, mas se recuperou com Felipe França e Henrique Martins. Chirighini chegou a colocar o País na terceira colocação, mas o time brasileiro fechou mesmo em quarto.

Fique por dentro: Quadro de medalhas do Rio 2016

Já no revezamento 4x100m medley feminino, o Brasil ficou de fora da decisão. A equipe formada por Natália Lucas, Jhennifer Conceição, Daynara de Paula e Larissa Oliveira completou a prova em 4min02s83, na sétima posição da bateria e 13.ª no geral. Os Estados Unidos fizeram 3min54s67 e foram os mais rápidos. Canadá, Dinamarca, Rússia, Austrália, China, Itália e Grã-Bretanha completam os participantes da final.

Na disputa dos 1.500m livre, o Brasil também ficou sem representantes na final. Brandonn Almeida e Miguel Valente caíram na piscina nesta sexta pelas eliminatórias, mas ficaram muito distantes da classificação. Brandonn fez 15min14s73 e fechou na 29.ª colocação entre os 46 competidores, enquanto Miguel foi ainda pior e acabou em 31.º, com 15min22s57.

A primeira colocação da prova ficou com o italiano Gregorio Paltrinieri, que completou a distância em 14min44s51. A segunda posição foi do norte-americano Connor Jaeger, seguido por seu compatriota Jordan Wilimovsky. Atual campeão olímpico da prova, o chinês Sun Yang ficou em 16.º e está fora da decisão.