Tamanho do texto

A judoca Majlinda Kelmendi é a primeira medalhista olímpica da história de Kosovo. País não era reconhecido pelo COI em Londres 2012

Histórico! A judoca Majlinda Kelmendi tornou-se a primeira medalhista olímpica da história de Kosovo, um dos países mais jovens do mundo. Ao vencer a italiana Odette Giuffrida na categoria até 52kg, a atleta de 25 anos subiu ao pódio no lugar mais alto, conquistando o ouro.

A judoca Majlinda Kelmendi conquista medalha histórica de ouro para Kosovo
Reprodução/Rio2016
A judoca Majlinda Kelmendi conquista medalha histórica de ouro para Kosovo

Nas Olimpíadas de Londres, Majlinda representou a Albânia, mas era uma das vozes que defendia a independência de Kosovo, onde nasceu. Após a premiação do pódio, muito emocionada, a judoca concedeu entrevista ao SporTV: "Estou muito feliz por mim, pelo meu técnico, pelo meu país. Lutei pela Albânia em 2012, mas sempre sonhei em representar a bandeira de Kosovo, ouvir o hino do meu país", disse com lágrimas nos olhos.

Número um do ranking na categoria, Kelmendi obteve a grande conquista ao vencer Giuffrida, 10ª do mundo, por um yuko na decisão da medalha de ouro. Antes da final, a judoca de Kosovo superou a suíça Evelyne Tschopp; Christianne Legentil, das Ilhas Maurício; e a japonesa Misato Nakamura, atual número três do mundo, na semifinal.

A vitória Christianne Legentil foi um dos mais significativos, pois ela havia sido eliminada justamente pela rival das Ilhas Maurício, ainda na segunda rodada, nas Olimpíadas de Londres 2012. Naquele ano, ela não pode competir por Kosovo, pois o país não era reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), por isso Majlinda Kelmendi representou a Albânia.

Rio 2016 é a primeira Olimpíada de Kosovo

Majlinda Kelmendi representou a Albânia nas Olimpíadas de Londres 2012. Kosovo ainda não era reconhecido como país
Reprodução/Twitter
Majlinda Kelmendi representou a Albânia nas Olimpíadas de Londres 2012. Kosovo ainda não era reconhecido como país

O reconhecimento só veio em 2014, tornando o Rio 2016 a primeira Olimpíada da história de Kosovo, que declarou independência da Sérvia em 2008. Nem todos os países reconhecem a independência do novo país, caso do Brasil. Nos Jogos disputados no Brasil, Kelmendi foi a porta-bandeira de Kosovo na cerimônia de abertura, na noite de sexta-feira passada.

Como era de se esperar, Kosovo conta com delegação reduzida no Rio de Janeiro. Tem apenas oito atletas, incluindo Kelmendi. Há outras atletas no judô, atletismo, ciclismo de estrada, natação e tiro esportivo.