Tamanho do texto

Juntos, os dois principais tenistas brasileiros da atualidade somam cinco títulos de Grand Slam

Marcelo Melo e Bruno Soares são esperança de medalha
Divulgação
Marcelo Melo e Bruno Soares são esperança de medalha


Será no Rio Open, na próxima semana, que os tenistas Bruno Soares e Marcelo Melo iniciarão a preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Os atletas, que vivem grande fase nas quadras de tênis, jogarão juntos pela primeira vez no ano. Soares acaba de conquistar seu primeiro Grand Slam de duplas – o Australian Open 2016 - e Melo é o atual número 1 no ranking de duplas da ATP.  

Além de iniciarem a preparação para a Rio-2016, os jogadores prometem brigar para ficar com o título em seu país natal. No circuito mundial, o último torneio que Soares e Melo jogaram juntos foi o Masters 1000 de Miami, no ano passado, em que foram semifinalistas. 

“Sabemos que temos um longo caminho pela frente, desde preparação física até a psicológica. Alcançarmos um bom resultado nessa primeira competição que jogaremos juntos já será um grande passo para chegarmos ainda mais confiantes nas Olimpíadas”, comenta Marcelo Melo. 

"Estou muito feliz de poder jogar no Brasil com o Marcelo, meu parceiro olímpico e grande amigo. É uma forma da gente começar a se preparar para a Rio-2016, nosso principal objetivo do ano. Vai ser muito legal poder jogar na cidade do Rio de Janeiro, já contando com apoio da torcida e sentindo um pouco dessa energia que vai ser diferente durante os jogos. Vamos aproveitar essa oportunidade", afirma Bruno Soares. 

Juntos, Marcelo Melo e Bruno Soares somam 5 títulos de Grand Slam. Melo conquistou Roland Garros no ano passado, ao lado de Ivan Dodig e Soares tem dois US Opens de duplas mistas, um Australian Open de duplas e outro de mistas. Na Copa Davis, a única competição entre países do tênis mundial, Melo e Soares, jogando lado a lado, tem o recorde de nove vitórias e apenas duas derrotas.