Alex Rangel
Reprodução
Alex Rangel

Hardcore

Surf capixaba de luto: Alex Rangel , um icônico surfista de Vila Velha, ES, morreu brutalmente assassinado aos 46 anos.

Alex, que era conhecido como Ratão , morreu na última sexta-feira, 4/9. Ele foi diagnosticado com esquizofrenia; havia interrompido o tratamento e, nos últimos meses, morava na rua.

Na tarde da última sexta-feira (4), ele foi espancado até a morte no bairro de Guaranhus.

Segundo a matéria do agazeta.com.br , a família não sabe o que motivou o crime.

De acordo com a irmã de Alex, Elaine Rangel Souza, 45 anos, a família tentou uma internação compulsória em um hospital, mas o surfista não foi aceito pela instituição.

Na última sexta (4), a família foi informada a respeito das agressões que Alex sofreu na rua e que ele havia sido encaminhado para o hospital com ferimentos na cabeça.

Elaine, no entanto, tem poucas informações sobre o que aconteceu.

“Ele foi agredido a pauladas por quatro homens. Bateram na cabeça, fizeram com intenção de matar mesmo. No hospital, o médico disse que todos os ossos da cabeça estavam quebrados, tinha uma hemorragia grande e ele não sobreviveria. Fiz tudo o que podia por ele, esse é o meu consolo,” contou Elaine à agazeta.com.br .

Homenagens

Alex Ratão foi enterrado na manhã do último domingo (6), em Vila Velha.

A pentacampeã mundial de longboard, Neymara Carvalho, homenageou Ratão em uma publicação na rede social.

“Muito triste para a nossa geração que cresceu tendo ele como orgulho de um surfe radical. Que ele agora possa ter paz verdadeira,” escreveu Neymara.

Nas praias de Vila Velha e em Regência, Linhares, surfistas se reuniram e homenagearam Ratão.

“Acho que ele foi o surfista mais amado do Espírito Santo, pela humildade, pelo estilo. Se tivesse uma prancha, entrava no mar e todo mundo ficava aplaudindo. Muito conhecido, muito amado. Nenhum outro surfista capixaba acho que vai receber tantas homenagens quanto ele,” comenta a irmã.

    Veja Também

      Mostrar mais