Tamanho do texto

Cearense Michael Rodrigues desbancou outros dois brasileiros e fez final com Jorgann Couzinet, que levou a melhor no Pantin Classic Galícia Pro

Jorgann Couzinet, campeão do Pantin Classic Galícia Pro
WSL/ Laurent Masurel
Jorgann Couzinet, campeão do Pantin Classic Galícia Pro

Em uma bela final, o francês Jorgann Couzinet, de 23 anos de idade, levou a melhor em cima do brasileiro Michael Rodrigues, apenas um ano mais novo que o campeão. Com show de surfe, os jovens mostraram força na última bateria do Pantin Classic Galícia Pro. Embora o cearense tenha arrancado um 9.03, a somatória final do europeu fechou com 16.60 contra 14.20 de Michael.

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

Mas Michael surpreendeu. Nas quartas de final, tirou Yago Dora e na semi, Jessé Mendes, ambos outros nomes do surfe brasileiro. Este último, inclusive, é o atual líder do ranking do QS e já está automaticamente classificado para a elite do esporte na próxima temporada. Com o vice, Micheal Rodrigues agora subiu 16 posições no ranking e ocupa a 12ª colocação.

"Eu fiquei doido com esses competidores", disse Couzinet. "Ter a minha primeira vitória aqui em um QS 6000 é insano, parece um presente de Natal adiantado. Eu quero muito comemorar isso, mas não é a hora de fazer porque ainda temos dois eventos muito importantes e eu vou tentar manter o foco neles também".

Michael Rodrigues agora ocupa o 12º lugar no ranking da divisão de acesso à elite do surfe
WSL/ Laurent Masurel
Michael Rodrigues agora ocupa o 12º lugar no ranking da divisão de acesso à elite do surfe

"Eu amo competir aqui, é sempre muito bom", afirmou Michael Rodrigues . "Em algum momento, eu preciso vencer algum. É um pouco frustrante ficar em segundo novamente, mas é um ótimo resultado e eu estou empolgado para os próximos eventos. Perder com a maior pontuação não é fácil, mas é assim que dá certo e Jorgann surfou muito bem".

LEIA TAMBÉM: Surfista sortudo escapa de ataque de tubarão com socos e sai do mar com arranhão

Ranking do QS pós-Pantin:

1º Jessé Mendes (BRA): 25.250 pontos
2º Kanoa Igarashi (EUA): 16.490 pontos
3º: Micheal February (AFS): 14.750 pontos
4º Tomas Hermes (BRA): 14.560 pontos
5º Keanu Asing (HAV): 14.300 pontos
6º Yago Dora (BRA): 14.210 pontos
7º Jorgann Couzinet (FRA): 13.685 pontos
8º Griffin Colapinto (EUA): 12.910 pontos
9º Willian Cardoso (BRA): 12.550 pontos
10º Patrick Gudauskas (EUA): 11.650 pontos

LEIA TAMBÉM: Piscina artificial de Slater vai receber evento com atletas da elite do surfe

O campeonato em  Pantin marcou o início dos eventos importantes da perna europeia. Na próxima terça-feira (5), a divisão de acesso à elite do surfe vai em direção à Ilha de Açores, em Portugal. O Azores Pro também dá 6 mil pontos ao vencedor e no dia 26 do mesmo mês, acontece o Billabong Pro, em Cascais, que dá 10 mil pontos.

    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.