Caio Ibelli e Jordy Smith no pódio do Rip Curl Pro Bells Beach, na Austrália
WSL/ Kelly Cestari
Caio Ibelli e Jordy Smith no pódio do Rip Curl Pro Bells Beach, na Austrália

O paulista Caio Ibelli barrou o atual campeão mundial de surfe John John Florence com uma virada espetacular no último minuto da semifinal e garantiu sua primeira final em etapas da elite do esporte. No entanto, o brasileiro de 23 anos não conseguiu superar o vice-campeão Jordy Smith na decisão do Rip Curl Pro Bells Beach. Os dois deram show nas ótimas direitas mas o sul-africano ganhou a final por 18.90 a 17.46 pontos.

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

"Esse é um evento que a gente tem no caderninho de querer ir pra final dele. As ondas estavam alucinantes o dia inteiro, tinha tamanho, tinha força, então foi um campeonato de surfe alucinante e não tenho nem palavras", disse Caio Ibelli.

"Quando eu era um pivetinho, o Jordy já estava fazendo sessões de vídeo, então todas essas coisas somam e criam esse momento único que estou vivendo hoje (quarta-feira, 19). Tenho uma equipe que trabalha comigo que me dá todo o suporte, me deixando confortável para competir em todas as condições e vamos pra próxima agora, ir lá pro Rio de Janeiro ver a brasileirada torcendo por nós lá", completou o surfista, que no ano passado recebeu o prêmio de melhor estreante da temporada.

LEIA TAMBÉM: Três jovens promessas do surfe brasileiro para ficar de olho em 2017

Você viu?

Além de Caio Ibelli, outros três brasileiros competiram no último dia em Bells Beach. Adriano de Souza e Filipinho Toledo perderam nas quartas de final e Wiggolly Dantas perdeu no duelo com Mineirinho na quinta fase. Aos 23 anos, Caio foi apenas o terceiro brasileiro da história do esporte a fazer final na etapa mais antiga do Circuito Mundial e subiu da 19ª colocação para o sétimo lugar no ranking.

Jordy Smith foi vice-campeão mundial de surfe em 2016
WSL/ Kelly Cestari
Jordy Smith foi vice-campeão mundial de surfe em 2016

"Não consigo nem acreditar. Fiquei em segundo no ano passado e agora ser campeão é incrível", disse o campeão Jordy Smith. "Quando eu tirei um 9, a pressão diminuiu um pouco, mas em seguida o Caio continuou atacando e vi que tinha mais trabalho pela frente. Ele é um surfista incrível e surfou muito bem esse evento todo. Eu venho tentando ganhar este campeonato há 10 anos e conseguir agora é um sentimento incrível, um grande sonho se tornando realidade para mim. Depois de alguns anos sofrendo com lesões, sinto que as peças do quebra-cabeça estão se encaixando este ano. Minha esposa e minha família estão comigo e não poderia conseguir nada disso sem o apoio deles".

LEIA TAMBÉM: Thiago Camarão vence QS 1500 em Mar del Plata

Próxima etapa

No próximo mês, os atletas da elite do surfe desembarcam no Rio de Janeiro, onde disputarão a quarta etapa do ano, Oi Rio Pro. O campeonato acontecerá em Saquarema e a janela do evento vai do dia nove à 20 de maio.

    Leia tudo sobre: surfe

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários