Tamanho do texto

A nadadora brasileira conquistou um lugar no pódio pela terceira vez seguida no Mundial de esportes aquáticos

Etiene Medeiros arrow-options
Reprodução
Etiene Medeiros conquistou a prata no Mundial de natação

Etiene Medeiros viu seu favoritismo nos 50m costas escapar, mas garantiu um lugar no pódio pela terceira vez seguida. Nesta quinta-feira, ela ficou com a medalha de prata no Mundial de esportes aquáticos em Gwangju, na Coreia do Sul, após ser superada pela americana Olivia Smoliga na final.

Leia também: Atletas discutem no pódio do Mundial de natação e um deles é ameaçado de morte

Dona do segundo melhor tempo na semi, Etiene Medeiros esteve perto do lugar mais alto do pódio do Mundial de natação , mas não alcançou a americana nos últimos 5 metros de prova. A brasileira fez 27s44, enquanto Smoliga bateu em 27s33. O bronze ficou com a russa Daria Vaskina (27s51).

Para mim, é uma satisfação estar aqui, conquistando mais uma medalha . Estou muito feliz. Prova de 50m é uma loucura. O pessoal que está em casa fica maluco, imagina a gente que está nadando — contou Etiene ao "Sportv".

Essa foi a terceira medalha seguida de Etiene em Mundiais nos 50m costas. Em 2015, em Kazan (Rússia), ela também havia sido prata. Dois anos depois, em Budapeste (Hugnria), foi campeã.

Sem medalha no masculino

Com dois representantes na final, o Brasil ficou sem medalha nos 100 metros livre masculino. Marcelo Chierighini, um dos favoritos ao pódio, terminou em 5º (47s93), enquanto Breno Correia foi o oitavo (48s90). O vencedor da prova foi o americano Caleb Dressel (46s96).