Tamanho do texto

A sede dos jogos de golfe nas próximas Olimpíadas proíbe que mulheres sejam membros de pleno direito nem que joguem no local aos domingos

Kasumigaseki Country Club, sede de golfe nos Jogos de Tóquio em 2020
Divulgação/ Kasumigaseki Country Club
Kasumigaseki Country Club, sede de golfe nos Jogos de Tóquio em 2020

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 informou que providências serão tomadas a respeito de política sexista implantada na sede de golfe do evento, o Kasumigaseki Country Club.

Leia mais: Comitê de Tóquio 2020 estima o orçamento dos Jogos em R$ 50 bilhões

O comunicado foi feito nesta quarta-feira (18) pela entidade, já que a sede é um dos clubes de golfe mais antigos do Japão e não admite mulheres como membros efetivos. Além disso, impossibilita que pessoas do sexo feminino utilizem as instalações aos domingos. Dia da semana no qual os torneios tem o costume de terminar.

As políticas do clube geraram críticas da parte de Yuriko Koike, governadora de Tóquio, e desencadeou uma revisão quanto às regras do Kasumigaseki. Recentemente a chefe de estado declarou que esperava atitudes vindas do clube para que permitisse a afiliação de mulheres antes mesmo de 2020. "Eu me sinto muito desconfortável pelas mulheres não poderem ser um membro regular nesta era", disse.

Leia mais: Lenda do golfe, Arnold Palmer morre aos 87 anos nos Estados Unidos

A governadora ainda afirmou que o Comitê não havia recebido nenhuma reclamação das 220 mulheres membros até então e disse ser "uma surpresa". Todas as mulheres parte do clube seguem as regras do local. O gerente do Kasumigaseki, Hiroshi Imaizumi, alegou que poderiam discutir mudanças políticas desde que um órgão internacional solicitasse.

Fundado em 1929, o Kasumigaseki Country Club é privado e já recebeu o Aberto Feminino nacional em 1999. De acordo com a organização olímpica, apesar das políticas internas, o local cumpriu todas as regras e requisitos. "O Comitê Organizador de Tóquio 2020 continuará estudando a política do clube sobre a elegibilidade dos membros e as reações da opinião pública", disse a entidade.

Leia mais: Olimpíada de Tóquio planeja show com estrelas cadentes artificiais

Polêmicas

Em abril do ano passado, o logotipo dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foi substituído após ter sido acusado de plágio. O novo símbolo possuí traços tradicionais japoneses e é assinado pelo artista Asao Takolo.

Além do logo e do clube de golfe, uma outra polêmica acerca da próxima Olimpíadas está no orçamento do evento. O comitê precisou modificar o original projeto do estádio olímpico após a duplicação de custos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas