Tamanho do texto

Vontae Davies, de 30 anos, disse não se sentir bem dentro de campo e decidiu se aposentar antes mesmo que a partida terminasse.

Vontae Davies se aposentou no intervalo da partida entre Buffalo e Chargers pela NFL
Reprodução / Getty Images
Vontae Davies se aposentou no intervalo da partida entre Buffalo e Chargers pela NFL

O Buffalo Bills perdeu mais uma partida na NFL, desta vez a vitória ficou com o Los Angeles Chargers, por 31 a 20, mas esta não foi a única perda do time de Nova Iorque.

Leia também: Jogador da NFL descobre doença rara e desfalcará Dallas Cowboys na temporada

Durante o intervalo do jogo, o cornerback Vontae Davies , de 30 anos, disse não se sentir mais bem dentro de campo e decidiu se aposentar da NFL

“Não é assim que imaginei me aposentar da NFL. Mas hoje no campo, eu percebi a realidade: eu não deveria estar mais lá fora jogando. Eu não quis desrespeitar meus colegas de time e treinadores … Enquanto eu estava no campo, eu simplesmente não me sentia bem, e eu disse aos treinadores que não estou me sentindo como eu deveria estar”. 

Lorenzo Alexander, um dos companheiros de equipe de Davis, considerou desrespeitosa a postura do cornerback e o criticou. 

 “Eu nunca vi isso. Nunca ouvi falar de uma situação como essa. Nunca vi isso, é serio. É completamente desrespeitoso com seus companheiros de equipe … Ele não disse nada para ninguém. Eu descobri indo para a segunda metade do jogo. Eles disseram que ele não estava saindo, mas que estava mesmo se aposentando”. 

Leia também: Reciclagem e educação: Philadelphia Eagles fecha parceria com empresa brasileira

Contratado pelo Buffalo Bilss nesta temporada, Davis atuou por outras duas franquias em sua carreira na NFL. Primeiro no Miami Dolphins de 2009 a 2011 e depois no Indianapolis Colts, onde teve seus melhores momentos e números, além de ser eleito duas vezes para o Pro Bowl, em 2014 e 2015.

O jogador escreveu um texto de despedida da NFL, confira: 

A despedida de Davies da NFL
reprodução / Twitter
A despedida de Davies da NFL

“Não é assim que imaginei me aposentando da NFL.

Mas, em minha 10ª temporada na NFL, eu tenho feito o que me corpo foi programado para fazer: estar preparado para jogar no dia de jogo. Eu passei por várias cirurgias e joguei com muitas lesões diferentes ao longo da minha carreira e, nas últimas semanas, esse foi o mais recente desafio físico. Mas hoje no campo, a realidade me bateu rápido e forte: eu não deveria estar mais lá fora. Eu não pretendia desrespeitar meus colegas de time e treinadores. Mas eu me forço dentro de um padrão. Mentalmente, eu sempre espero jogar em alto nível. Mas, fisicamente, eu sei que hoje isso não é possível, e tive um momento honesto comigo mesmo. Enquanto eu estava no campo, simplesmente não me sentia bem e disse aos treinadores: ‘não estou me sentindo como eu mesmo’.

Eu também me perguntei: eu quero continuar me sacrificando?

Leia também: Donald Trump critica campanha publicitária com Colin Kaepernick

E, de verdade, eu não quero porque a temporada é longa, e é mais importante para mim e minha família ir embora saudável do que abraçar propositalmente a mentalidade de guerreiro e ficar mancando mais tarde. Essa foi uma decisão complicada, mas estou em paz comigo mesmo e com minha família. Eu escolho ser grato a Deus por me permitir jogar o esporte que eu amei desde menino até completar 30 anos de idade. Escolho ser grato a Deus por fazer parte da NFL e fazer amigos para a vida a toda na última década. Houve obstáculos e armadilhas ao longo do caminho, mas sou grato a Deus por tudo isso porque ele não promete a nenhum de nós uma jornada fácil. Por fim, sou grato a Deus pelo que ele reserva para mim neste próximo capítulo da minha vida”, finalizou Davies sobre sua despedida da NFL .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.