Tamanho do texto

20% da população de internautas do País diz gostar de futebol americano, que se aproxima do MMA, que tem o UFC como seu principal evento

Futebol americano caiu no gosto dos brasileiros
NFL/DIVULGAÇÃO
Futebol americano caiu no gosto dos brasileiros

Às vésperas do Super Bowl, que acontece neste domingo, dia 5 de fevereiro, e que marca a decisão da temporada 2016/2017 da NFL, uma pesquisa do IBOPE Repucom apontou que 15,2 milhões de pessoas se declararam fãs de futebol americano no Brasil, o que representa 20% da população de internautas do País.

LEIA MAIS: De onde vem o nome "Super Bowl"? Veja curiosidades sobre a final da NFL

Os dados são do Sponsorlink, maior centro de pesquisa especializada em esporte do mundo. Ainda de acordo com o estudo, o perfil do fã de futebol americano é formado, em sua maioria, por homens - o equivalente a 57% - e jovens entre 18 e 29 anos de idade (47%).

LEIA MAIS: Anel de campeão do Super Bowl ajuda na vida de 24 crianças na Tailândia

😍😍😍 #SB51 (via @patriots)

Uma foto publicada por NFL (@nfl) em

Na cola do MMA

Para José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE Repucom, o crescimento de fãs brasileiros pode ser explicado, principalmente, pelo fato de jovens adultos preferirem esportes de alto impacto físico que promovam a satisfação instantânea, como é o caso da NFL e também do MMA. Neste contexto, enquanto o primeiro cresce, o segundo oscila e já registra queda de interesse entre os brasileiros.

LEIA MAIS: Ex-jogador da NFL culpa futebol americano por demência, Alzheimer e Parkinson

"Nos últimos anos, a tendência de crescimento na base de fãs do futebol americano vem se consolidando. Em comparação com setembro de 2013, o crescimento é de 26% - passando de 16%, naquela ocasião para os atuais 20% do último levantamento (realizado em setembro de 2016). Ou seja, um aumento sólido. Já o MMA apresentou variações nas últimas pesquisas e, em setembro do ano passado, teve a sua maior queda, passando de 39%, em setembro de 2015, para os atuais 33%", analisou Colagrossi.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.