Tamanho do texto

Campeonato Brasileiro de futebol americano tem 31 times e tenta seguir os mesmos padrões de evento esportivo da NFL, nos EUA

Futebol americano ganhou campeonato no Brasil
Facebook/Reprodução
Futebol americano ganhou campeonato no Brasil

De uns anos para cá, o futebol americano virou febre entre os brasileiros e é uma das principais atrações esportivas na mídia nacional, com muitos sendo jogos transmitidos ao vivo a cada semana, tanto na temporada regular quanto nos playoffs. Estamos falando, claro, da NFL, a liga norte-americana da modalidade que desperta o interesse de todo mundo, e o Brasil não fica de fora nessa evolução. 

E mais
Superliga Nacional de futebol americano tem tabela e conferências divulgadas

Diante de todo esse apelo e aceitação por aqui, a CBFA (Confederação Brasileira de Futebol Americano ) resolveu criar a nossa própria competição oficial, o Campeonato Brasileiro de Futebol Americano - ou Superliga Nacional, a primeira divisão, com a participação de 31 equipes divididas em quatro conferências e oito grupos regionais. A temporada de 2016 é a estreia do projeto.

As quatro conferências do futebol americano brasileiro
Facebook/Reprodução
As quatro conferências do futebol americano brasileiro

"O que vamos passar aos nossos espectadores e fãs é a possibilidade de vivenciarem o clima do futebol americano no Brasil. A gente sabe que o futebol americano está vivendo seu auge por aqui, todo mundo quer ir, sonha com Super Bowl (final da NFL), fala dos grandes jogos, e nós como espetáculo, como entretenimento, como plataforma de produção de conteúdo, podemos produzir algo muito similar", disse Fernando Fleury, diretor de marketing da CBFA em conversa exclusiva com o iG.

Veja também
Entenda o que cada jogador de futebol americano faz dentro de campo

"Fizemos isso recentemente no Brasil na final do Campeonato Gaúcho de futebol americano, na final do Campeonato Mineiro, nós temos também torneios no Nordeste. Aqui em São Paulo a Superliga também conseguiu fazer a final do Paulista de maneira interessante. Então as coisas estão acontecendo, e é isso que temos de expectativa em termos do que vai ser a qualidade dos jogos", completou o dirigente.

O diferencial das arquibancadas

Segundo Fleury, a qualidade do público que costuma ir aos jogos é um dos motivos que torna a modalidade especial. "É bem legal, é um pessoal extremamente educado, que vai para ver o jogo e curtir o jogo. Estamos fugindo daquele estereótipo de torcidas organizadas, violência, porque quem vai para o jogo são as famílias, pais, filhos, amigos, convidados. E isso cria um clima extremamente gostoso nas partidas".

CBFA x NFL

O nível do Brasileirão de futebol americano comparado com o da NFL é infinitamente diferente, isso não é novidade para ninguém. Quem acompanha sabe que a qualidade técnica dos norte-americanos é superior à dos brasileiros, que ainda engatinham no esporte. Porém, para a CBFA, a ideia é fazer o jogo da bola oval seguir crescendo cada vez mais por aqui, até porque aceitação inicial do campeonato nacional vem sendo bem positiva.

Veja
No Brasil, futebol americano também ganha força entre as mulheres

"A gente tem um grande desafio como CBFA. As pessoas falam que curtem futebol americano, mas a gente sabe que estão falando que gostam de NFL. E vamos tentar mostrar que existe sim o jogo de futebol americano no Brasil, e como em qualquer outro lugar do mundo é diferente da NFL, mas é um jogo agradável. Dá para ver, assistir com calma, prazer, o jogo tem tática, tem técnica, os atletas sabem o que estão fazendo. Temos atletas estrangeiros, coaches (treinadores) internacionais", disse Fernando Fleury.

"Não tenho dúvidas de que teremos muitas surpresas até para o público que não está acostumado. As pessoas vão assistir grandes jogos e também grandes espetáculos, que é isso que o futebol americano sempre produz para todo mundo", finalizou o diretor de marketing da CBFA.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.