Jogadores fazem protesto
Reprodução
Jogadores fazem protesto

Com poucos não aderindo aos protestos , o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , descreveu como "vergonhoso" o fato de a maioria dos jogadores da NBA se ajoelhar durante a execução do hino nacional, para chamar a atenção contra o racismo presente na sociedade americana.

"Quando vejo pessoas ajoelhadas durante o jogo e sem respeitar nossa bandeira e nosso hino nacional, o que eu pessoalmente faço é desligar a TV", explicou ele, em uma entrevista por telefone no programa Fox News.

(Veja mais de 10 fotos das partidas da NBA)

Ainda de acordo com Trump, assim como ele, muitos outros americanos também não gostam dessa atitude. "Eu acho que é vergonhoso. Trabalhamos com a NBA para tentar voltar, eu estava pressionando para que eles voltassem. E então eu os vejo todos ajoelhados durante o hino. Isso não é aceitável para mim. Quando os vejo ajoelhados durante o jogo, desligo. Não tenho interesse. E deixe-me dizer uma coisa, muitas outras pessoas também não", disse ele.

Até o momento, apenas dois jogadores, Meyers Leonard, do Miami Heat, e Jonathan Isaac, do Orlando Magic, não se ajoelharam desde que as 22 equipes retomaram a temporada, no Walt Disney World Resort, em Orlando (Flórida).

O técnico do San Antonio Spurs Gregg Popovich, um forte crítico da injustiça racial, e sua assistente Becky Hammon, também escolheram permanecer em pé.

    Veja Também

      Mostrar mais