Anel que detecta sintomas da Covid-19
Divulgação
Anel que detecta sintomas da Covid-19

A preocupação com o coronavírus segue viva entre os atletas de todos os países. Nos EUA , onde o número de casos segue alarmante, uma tecnologia inovadora vai ajudar os atletas a ficarem um pouco mais tranquilos em relação ao vírus.

Será disponibilizado a todos os jogadores da NBA um anel inteligente, capaz de detectar os sintomas da COVID-19 . Chamados de  Oura Ring , eles registram a frequência cardíaca e respiratória, calorias queimadas, a temperatura corporal e os diferentes níveis de profundidade do sono. Todos os dados captados são apresentados em um aplicativo no smartphone.

Diante desses dados, os anéis podem prever, com até três dias de antecedência, se os jogadores começaram a sentir sintomas relacionados à COVID-19. Os atletas terão acesso total aos dados coletados, que também serão estudados por cientistas da Universidade de Michigan para monitorar os sintomas.

O valor dos anéis chega até a US$ 399 e podem ser encontrados no site oficial da “Oura Ring”, em vários modelos, inclusive com as cores dos times que disputam a competição.

A NBA pretende reiniciar a temporada 2019-2020, no  Walt Disney World , em Orlando, na Flórida, a partir de 30 de julho. O local será sede única da retomada da temporada, interrompida desde o dia 11 de março.

Na última terça-feira, a organização divulgou um protocolo de saúde e segurança com mais de 100 páginas, em que fala sobre todas as diretrizes que deverão ser seguidas pelos atletas.

Entre eles, está a orientação que os jogadores evitem hábitos comuns no esporte, como lamber os dedos, cuspir, limpar o nariz, mexer no protetor bucal, limpar a bola com a camisa e compartilhar equipamentos e trocar camisas após os jogos.

A NBA também planeja utilizar alarmes sociais de distanciamento, que poderão disparar se os jogadores ficarem muito próximos uns dos outros por muito tempo.

    Veja Também

      Mostrar mais