Presença de Lewis Hamilton no GP de Miami está ameaçada
Reprodução/Twitter
Presença de Lewis Hamilton no GP de Miami está ameaçada

Niels Wittich, diretor de corrida no Grande Prêmio de Miami, circuito da Fórmula 1 que ocorrerá neste final da semana, avisou as equipas que, por uma questão de segurança, serão feitas inspeções técnicas aleatórias focadas no uso de joias e na roupa interior adequada e homologada pela FIA.

Lewis Hamilton (veja fotos na galeria abaixo) não gostou nada da decisão. O piloto disse que não removerá, pelo menos, duas das joias que usa e, se necessário, pretende falar diretamente com o presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem.


“Fizemos grandes progressos como esporte, estamos aqui em Miami e isto é um pormenor. Estou no esporte há 16 anos, uso joias há 16 anos. No carro só tenho os meus brincos e um piercing no nariz, que nem sequer consigo remover. Me parece desnecessário entrarmos nesta discussão, por isso, vou tentar comunicar e trabalhar com Mohammed [Ben Sulayem]. Estou aqui para ser um aliado do esporte, de Mohammed e da Fórmula 1 e penso que temos coisas mais importantes para fazer e com impacto, por isso, é aí que o foco deve estar”, disse o piloto da Mercedes em conferência de imprensa.

"Não consigo remover pelo menos dois [brincos], um deles não consigo explicar onde está… É platina que tenho, por isso, não é magnético, nunca foi um problema de segurança no passado e, em 16 anos, fiz tantas ressonâncias magnéticas e não tive de retirar a platina porque nunca foi um problema. Se me impedirem de correr, que assim seja. Temos um piloto de reserva, por isso, estamos todos prontos e preparados para o fim de semana".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários