Deshaun Watson defendendo as cores do Houston Texans
Divulgação
Deshaun Watson defendendo as cores do Houston Texans

Um dos nomes recentes da nova era da NFL, Deshaun Watson (veja galeria de fotos abaixo) , que foi contratado pelo Cleveland Browns por cerca de 230 milhões de dólares, está envolvido em um processo por receber 22 ações cíveis por agressão e assédio sexual. A informação é do jornal Marca, da Espanha.

O processo tomou uma nova direção e o quarteback terá que responder algumas perguntas ao juiz nos próximos dias.

Entenda o caso

22 mulheres denunciaram Deshaun Watson por má conduta sexual durante sessões de massagem em 2020 e no início de 2021. 

Leia Também

Entre tantas denúncias, uma das mulheres acusa Watson de não querer cobrir seus genitais durante o processo de massagem. Outra afirma que ele tentou encostar seu pênis nela e ainda tentou forçá-la a fazer sexo oral.

Do lado de defesa do atleta, 18 massagistas assinaram um documento afirmando boa índole do quarteback em seus hábito de massagem.

Além disso, o próprio jogador falou sobre o possível caso e negou todas as 22 acusações contra ele.

"Sei que essas acusações são muito, muito sérias. Mas nunca agredi nenhuma mulher. Nunca desrespeitei nenhuma mulher. Coisas que estão fora de campo me pegaram desprevinido, nunca fiz nada que essas pessoas estão alegando", disse em uma conferência de apresentação pela sua equipe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários