Rosamaria mostra tornozelo lesionado
Reprodução
Rosamaria mostra tornozelo lesionado

A jogadora de vôlei Rosamaria, da seleção brasileira e do Novara, da Itália, mostrou nesta quarta-feira nas redes sociais uma imagem impressionante de seu tornozelo lesionado, bem inchado e com manchas escuras e avermelhadas. "Tá feio, mas é um bom sinal", escreveu ela em um story do Instagram: "Inflamação saindo. Do preto vamos pro vermelho e já já tá normal de novo".

Veja abaixo galeria de fotos de Rosamaria:


Algumas horas depois, a atacante - que se contundiu há uma semana, no jogo entre Novara e Chieri pelo campeonato italiano - explicou que uma ressonância magnética constatou lesão no ligamento talofibular anterior do tornozelo esquerdo, mas sem outras contusões ou edema ósseo.

Leia Também

"Traduzindo pro bom português: podia ser pior. Essa lesão não requer cirurgia, é super comum no nosso meio, não tem como estipular uma data pra retorno, mas acreditamos que em poucas semanas estou de volta. Já estou por aqui nos tratamentos intensivos. Obrigada pelas mensagens", escreveu ela, que começou a se exercitar na piscina.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Rosamaria afirmou que provavelmente na semana que vem já poderá fazer exercícios sem saltar, com bola parada: "Vai depender agora, basicamente, da minha dor e estabilidade”.

Esta é a terceira temporada da brasileira na Itália. O Novara está em segundo lugar no campeonato, atrás apenas do Coneglianio, e a duas partidas do encerramento da fase classificatória. O time já garantiu vaga nos playoffs, e a expectativa de Rosamaria é se recuperar a tempo de jogar a reta final do torneio pela primeira vez.

"Estou um pouco frustrada por ter acontecido isso em um momento importante, porém, não foi nada sério. Tenho a expectativa de conseguir voltar e espero que a gente possa chegar em uma semifinal, final, no campeonato para que eu consiga me recuperar bem. Agora é ter paciência. São ossos do ofício, acontece, e poderia ter sido muito pior. Tentar fazer o melhor para mim, claro, mas da maneira mais rápida possível. Nunca tive uma lesão traumática antes, então temos de ir com calma também”, completou a vice-campeã olímpica em Tóquio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários